Login

Atualize seus dados

Famosos

Filho de Maurício de Sousa sente falta de personagem gay na Turma da Mônica

O produtor e diretor Mauro Sousa, que é gay, comentou sobre a diversidade nas histórias idealizadas pelo pai

12/11/2021 22:05:40 min. de leitura

O filho do escritor e cartunista Mauricio de Sousa, criador da Turma da Mônica, disse que sente falta de um personagem gay nas histórias.

Em entrevista à Veja, o produtor e diretor Mauro Sousa, que é gay, comentou que os quadrinhos idealizados pelo pai tem personagens de diversas idades e etnias, mas não conta ainda com um LGBTQIA+.

"A diversidade sempre esteve presente na Mauricio de Sousa Produções. São mais de 400 personagens de várias idades, etnias, enfim, cada um do seu jeitinho. Não será diferente agora, mas, com certeza, sinto que falta um personagem gay", comentou Mauro.

Imagem ilustrativa da imagem Filho de Maurício de Sousa sente falta de personagem gay na Turma da Mônica
O filho de Mauricio de Sousa, o produtor e diretor Mauro Sousa comentou sobre a criação de um personagem gay nas histórias do pai Foto: Divulgação/ @maurosousa

Por conta disso, Maurício afirmou recentemente que está desenvolvendo um personagem gay inspirado no próprio filho para integrar a Turma da Mônica.

Mauro lembra que não a literatura não conta com personagens que abordem a temática da forma correta.

"Cresci na década de 90 e as referências aos gays eram muito estereotipadas ou ridicularizadas, e nem um pouco educativas. Tomei consciência que era gay lá pelos 10 anos. Eu tive uma infância solitária, pois não conversava com ninguém sobre isso", disse o filho do autor.

O diretor ainda rechaça a ideia de que personagens gays em histórias infantis possam influenciar a orientação sexual de crianças.

"A sexualidade não é influenciável, nem dá para se converter. Eu não virei gay. Eu nasci gay. Argumentos como esses não têm fundamento algum. Uma referência bem-feita e bem pensada sobre sexualidade e suas ramificações teria feito com que eu fosse uma criança mais feliz e tranquila", completou Mauro.