X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Alok rebate acusações de produtores e se diz ameaçado por empresário

DJ fez publicação nas redes sociais para rebater os produtores

Agência Estado | 24/01/2022 18:07 h

Na última sexta-feira (21), o dj Alok usou os stories do Instagram para rebater acusações de que não teria pago nem creditado o duo Sevenn, formado pelos irmãos Sean e Kevin Brauer, por pelo menos 14 hits. A denúncia surgiu após uma publicação da revista estadunidense Billboard, também na sexta.

Nos stories, o DJ afirmou ter conhecimento da matéria da revista e estar sendo ameaçado há algum tempo. "Eu não vou ceder a nenhum tipo de ameaça, até porque eu não tenho nada a esconder", disse. Alok ainda complementou que o duo Sevenn sempre foi parceiro durante as produções. Porém, o DJ brasileiro alegou que a dupla, formada por americanos que cresceram no Rio de Janeiro, está sendo mal direcionada e que ele nunca havia recebido nenhuma notificação por parte do duo em relação à denúncia.

O artista continuou a sequência dizendo que produz músicas desde os 12 anos e nunca teve problemas com ninguém. "Esse é um assunto sério, porque muitos artistas têm as obras utilizadas e não são creditados por isso, como já aconteceu comigo, mas o assunto não pode ser banalizado dessa forma", completou. Alok ainda alegou que as obras de maior sucesso da carreira do duo Sevenn têm a sua participação. Ele citou o hit Boom e disse também nunca ter sido creditado por ela.

Para provar os argumentos, o DJ chegou a mostrar o projeto da música Gotta Get a Grip, remix de uma canção de Mick Jagger, e de Fuego. Esta última, segundo Alok, nunca contou com a colaboração da dupla e foi feita em parceria com Bhaskar, seu irmão gêmeo. O artista também citou a música All I Want, que, de acordo com ele, também não contou com o duo, apenas com a parceria de Christian Liu.

Alok explicou que o papel do duo Sevenn, na verdade, era "masterizar" as músicas, processo de finalização que adapta o hit às plataformas musicais. "Eu sempre pagava pelas 'masters', inclusive era uma guerra no grupo (do WhatsApp) para saber quem faria", afirmou. O DJ também citou a música Un Ratito, feita em parceria com Juliette Freire, Luis Fonsi, Lenny Tavárez e Lunay. Segundo ele, a música começou a ser produzida há cinco anos com Kevin, integrante da dupla, que também era responsável pelos vocais da canção.

Porém, conforme o DJ, Kevin não estava gostando do resultado, o que fez com que Alok assumisse o hit. Ainda assim, o DJ brasileiro afirma que Kevin foi creditado pela música com a mesma porcentagem que ele. Alok terminou o pronunciamento alegando que a matéria é resultado de uma série de ameaças por parte do empresário Marcos Araújo. O DJ havia reincidido o contrato com a gravadora de Marcos e, segundo o artista, o fato não foi aceito pelo empresário.

"Eu sempre admirei o Sevenn, admirei o trabalho deles, fico triste de isso estar acontecendo, mas sei que, no fundo, não são eles. Não quero que vocês ataquem eles, porque eu sei que eles estão sendo usados como instrumento para, de alguma forma, tentar me atacar", finalizou o DJ.

O Estadão chegou a entrar em contato com Marcos Araújo sobre as acusações, mas não obteve retorno até o fechamento da matéria. Sean e Kevin Brauer também usaram o Instagram para responder os stories do DJ. Segundo Kevin, Alok tem conhecimento sobre a matéria desde o dia 10 de novembro e não havia dado a sua versão à Billboard.

O DJ americano ainda afirma que a maior parte dos hits feitos em parceria com Alok foram produzidos pela dupla. Além disso, também alega que o brasileiro havia feito o duo Sevenn assinar um contrato abrindo mão dos direitos autorais.

A dupla continuou argumentando que o artista não mencionou as outras músicas que, segundo eles, tiveram grande participação dos irmãos. Na reportagem da Billboard, as faixas citadas são Un Ratito, Favela, Fuego, Got To Get a Grip, Piece of Your Heart, BYOB, All I Want e Suave. Sean também mostrou o projeto de Got To Get a Grip no computador dele e afirmou que um trecho do hit Fuego é parecido com o remix de BYOB, primeira parceria da dupla com o DJ brasileiro.

Além disso, o duo alegou que Bhaskar e Liu, citados por Alok, não tinham conhecimento do envolvimento deles durante a produção das músicas Fuego e All I Want. Em relação à masterização, o Sevenn afirmou que a dupla fazia modificações nas músicas por "não estarem boas". "A gente brigava para fazer porque a gente tem paixão pelo que faz e competição de produtores", disse Kevin

Sobre Un Ratito, o duo disse que a música se transformou muito antes da versão final e isso seria resultado do trabalho do Sevenn. Kevin afirmou que o hit não teve autorização por parte dele para ser lançado. O vídeo de Un Ratito chegou a ser retirado do ar no YouTube por violação de direitos autorais, mas está novamente disponível. Alok usou o Twitter para informar sobre a situação e anunciar a divulgação do clipe oficial.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS