Login

Atualize seus dados

NOSTALGIA

Doces da vovó perdem espaço para receitas gourmet

Bolos e sobremesas feitos à base de leite Ninho e Nutella se popularizaram entre os brasileiros

23/11/2021 14:40:08 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Doces da vovó perdem espaço para receitas gourmet
Doces que remetem à infância e à casa da vovó Foto: Divulgação
  

Pudim de leite, doce de figo, arroz-doce, manjar,  cuscuz, bolos com recheios de ameixa e abacaxi…  A lista é longa, deliciosa e nostálgica, principalmente para quem já passou dos 40 anos. Deu água na boca, não é? 

Com a “gourmetização” dos alimentos, os doces que eram comuns antigamente perderam espaço para os bolos gelados e as sobremesas feitas à base de Nutella e leite Ninho.

Segundo a confeiteira Elis Tavares, os profissionais da área foram seguindo a modernização do mercado. “As confeitarias  foram seguindo uma linha profissional mais internacional e festiva. Virou um comércio voltado para seguir o contexto de festas”.

E foi justamente a ausência das comidas e dos doces tradicionais que levou as professoras de Gastronomia Giovana Moyzes e Marcela Bourguignon a criarem no Instagram o perfil “as cremes”. A ideia é mostrar que é possível cozinhar de um jeito farto, prático e afetivo.

Giovana Moyzes lembra que, ao contrário dos doces que fazem sucesso nos dias de hoje, as receitas da vovó levam mais frutas e ingredientes diversos.  

“Antigamente as pessoas moravam em casas que tinham quintais e árvores frutíferas e, com a oferta de cada estação, elas produziam os doces. Agora as famílias estão em apartamentos e encomendam de fora. Se preocupam mais com o modismo da gourmetização”, destaca ela, que é apaixonada por doce de figo.

Mas, em um movimento oposto a essa modernização dos alimentos, Marcela Bourguignon ressalta que é possível ver uma retomada gradual dessa culinária caseira nas feiras artesanais. 

“Nelas você encontra bolos e doces tradicionais que têm conquistado cada vez mais clientes. A comida caseira, com tempero simples, contribui para o sentimento de nostalgia, que resgata a mesma emoção das refeições da infância”.

Giovana ressalta ainda que, além de saborosas, as receitas são fáceis de fazer. “E  a  maior afetividade está no ritual do preparo”.

Doces à base de Ninho e Nutella são os preferidos do público jovem

Doces que eram queridinhos, como cajuzinho e olho de sogra, raramente são encontrados nas festas de hoje. Seja em docinhos, recheios de bolos ou sobremesas, só se fala em leite Ninho e Nutella. Esses ingredientes se tornaram tão populares entre os brasileiros que os profissionais de confeitaria passaram a usá-los cada dia mais. 

É o caso da confeiteira Nai Costa, que precisou se adaptar. “As mudanças foram de tamanhos e misturas de sabores. Hoje saem muitos bolos de Ninho com Nutella e Kinder Bueno. Até os sabores mais tradicionais acabaram se adaptando e ficando mais modernos”.

Segundo o nutricionista Felipe Strela, essa frequência dos doces “cada vez mais doces” levanta algumas preocupações. “O que mais me preocupa é que o paladar fica acostumado somente com esse tipo de memória. A pessoa acaba tendo uma rotina alimentar muito pobre, o que faz com que ela consuma poucos  nutrientes”.

Ainda segundo ele, caso as pessoas abrissem mais espaço na rotina para os doces de vó, elas poderiam pensar até em acrescentar mais doces à dieta. 

“Nós conseguimos fazer os doces tradicionais com menos quantidade de açúcar. Assim, seria possível acrescentar mais doces à própria rotina”.


RECEITINHAS


Doce de mamão verde

Ingredientes

  • 1 mamão verde 
  • 1 colher de sopa de pó royal (ou bicarbonato)
  • 1/2  kg de açúcar
  • Canela em pau e cravos (a gosto)

Modo de preparo

  • Descasque o mamão, corte em cubinhos médios e  lave bem. Coloque o mamão em uma vasilha e cubra com água. 
  • Misture o bicarbonato, deixe por 3 horas, escorra e lave bem.
  • Em uma panela grossa, coloque o mamão, o açúcar, os cravos, a canela e cubra com água. Deixe ferver até o mamão estar cozidinho, mais ou menos 1 hora e 30 minutos (ele fica durinho por fora e  molinho por dentro).

Figo em calda

Ingredientes

  • 1 kg de figo verde
  • 1 kg de açúcar
  • 1,5 litro de água
  • Cravo e canela 

Modo de preparo

  • Cozinhe os figos em água fervente por mais ou menos 20 minutos ou até ficarem macios. 
  • Deixe esfriar, coloque num saco plástico e leve ao freezer por 2h.
  • Em seguida, lave-os em água corrente esfregando uns aos outros para retirar a pele. Faça cortes em forma de cruz na parte de baixo e corte os cabinhos. 
  • Leve ao fogo a água com o açúcar e deixe ferver até chegar ao ponto de fio.
  • Acrescente o cravo e a canela. 
  • Coloque os figos e cozinhe por mais 15 minutos. Deixe esfriar e coloque numa compoteira.