X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Entretenimento

Diogo Vilela fala de falta de convites para gravar novelas


Diogo Vilela mostrou seu descontentamento na falta de convites para participações em novelas da Rede Globo. O ator não participa de nenhuma produção da emissora desde 2011, quando estreou emAquele Beijo, de Miguel Falabella.

Em entrevista a Heloísa Tolipan, ele explicou que nunca recebeu convite de nenhum autor. "Sempre fiz teatro e televisão juntos. Isso limitou minhas investidas em novelas, ao mesmo tempo, em que nunca tive um convite de nenhum autor e televisão".

O ator também falou sobre TV Pirata, programa pelo qual ficou conhecido, afirmando que acha que não faria sucesso nos dias de hoje. "Nada do humor da época da 'TV Pirata' [...] Coisa inaceitável no mundo de hoje, onde o ego comanda tudo", disse.

Vilela teve seu primeiro papel na Rede Globo aos 12 anos, na novela A Ponte dos Suspiros. Ele também participou de programas de humor e minisséries na emissora.

Um dos grandes papéis de Diogo foi em 1999, em Suave Veneno, novela na qual interpretava Úalber, que sofria preconceito por ser homossexual.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: