X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Halloween 2021

Adilson Carvalho Santos | 26/10/2021 14:14 h

Quando John Carpenter lançou “Halloween – A Noite do Terror” (1978), o criativo diretor convidou a então desconhecida Jamie Lee Curtis, filha de Janet Leigh (a eterna Marion Crane do clássico “Psicose). Jamie, então com 20 anos, se consagrou com a maior das “scream queen”, e inaugurou uma das mais famosas franquias do gênero slasher. A bilheteria internacional de US$ 71,852,515 (de acordo com o site “box office mojo”) confirma o sucesso do reboot de David Gordon Green que já promete um terceiro filme “Halloween Ends”, já anunciado para 2022. Michael Myers, no entanto, é apenas um de diversos monstros que caíram no gosto da cultura pop.

O mês de outubro traz várias opções de entretenimento monstruoso para curtir o dia das bruxas no cinema ou no streaming.

A Família Addams: Pé na Estrada (Cinema)

Chegando às salas de exibição dia 28 de outubro, a divertida família formada por Gomez (Oscar Isaac) e Mortícia (Charlize Theron) faz sucesso há 84 anos, desde que foram criados pelo cartunista Charles Addams e publicados pela revista “The New Yorker”. Essa sequência da animação de 2019 mostra os divertidos personagens de férias pela estrada em uma tentativa do casal em uma tentativa de se aproximar dos filhos Wandinha (Chloe Grace Moretz) e Pugsley (Javon Walton).

A viagem no trailer lembra a casa sobre rodas dos Addams na clássica série animada dos estúdios de Hanna Barbera, de 1973, e que fez muito sucesso no Brasil. Para quem preferir curtir os Addams em casa, a Netflix disponibiliza os dois filmes da década de 90 estrelados por Raul Julia e Angelica Houston.

Para breve, a Netflix lançará a spin-off “Wednesday”, produzida por Tim Burton, e centrada em uma versão mais amadurecida de Wandinha Addams, que será interpretada por Jenny Ortega; e ainda trará Luiz Gusman (Viagem 2) e Catherine Zeta-Jones (Chicago) como Gomez & Mortícia.

Enquanto isso, a nova animação traz pura diversão para os fãs da família favorita do terror. Na cena, por exemplo, que Wednesday e Tropeço param diante de uma encruzilhada , surgem indicações de vários lugares icônicos da cinematografia do gênero como o Hotel Overlook de “O Iluminado”, o campo Crystal Lake de “Sexta Feira 13”, a casa mal assombrada de “Amityville”, a cidade de Haddonfield de “Halloween”, a Rua Elm de “A Hora do Pesadelo” e o “Farol” do recente filme estrelado por Robert Pattinson e Willem Dafoe. Ainda tem a parada da Familia em “Sleepy Hollow”, onde se desenrola “A Lenda do Cavaleiro sem Cabeça”, divertidos Easter-eggs com sabor macabro.

Blumhouse, a nova casa do terror (Amazon Prime Video)

Como parte do acordo da Amazon com a Blumhouse, chegaram esse mês ainda quatro novos filmes de terror exclusivos na plataforma: “Bingo Hell” sobre uma ativista idosa que descobre que sua amada sala de bingo local passou a ser ocupada por um misterioso empresário e que vários de seus vizinhos começam a aparecer mortos.

Já “Black As Night” mostra uma jovem e um grupo de amigos se envolvendo em uma guerra milenar entre duas facções de vampiros. “Madres” traz um casal isolado em uma fazenda cheia de mistérios. Mas entre esses, o mais interesse mesmo é “The Manor”, estrelado pela excelente Barbara Hershey no papel de uma idosa que se muda para uma casa de repouso onde os residentes do local começam a morrer misteriosamente. A sub leitura sobre a busca da juventude eterna garante uma discussão interessante que conduz a um final capaz de surpreender, um diferencial nos filmes do gênero.

Para completar tem a estreia da série de suspense “Eu Sei o que Vocês Fizeram no Verão Passado” (I Know What You Did Last Summer), adaptação do filme de 1997, por sua vez baseado no romance de Lois Duncan, publicado em 1973. Os quatro episódios iniciais prometem explorar melhor personagens e situações que ficaram bem rasas na versão estrelada por Sarah Michelle Gellar.

“Rua do Medo” – Muito além de Goosebumps

Lançado há dois meses na Netflix, a trilogia “Rua do Medo” (Street Fear) carrega o nome do escritor R.L.Stine, criador de Goosebumps. Diferente do terror juvenil deste, os três filmes fazem uma abordagem mais violenta sobre bruxaria que atravessa gerações, razão pela qual cada filme se desenrolando em um ano específico, começando com 1994, seguido de 1978 e finalmente 1666. O formato episódico de cada filme permite o desfile de referências a produções como “Pânico”, “Sexta Feira 13” e até mesmo o recente “A Bruxa”. O sucesso já levou a rumores de um quatro filme e, claro, o interesse por novas obras de Stine, chamado por muitos de um Stephen King teen.

Com tantas atrações à disposição do público, além de outras, não há dúvida que o cardápio é farto o suficiente para garantir gostosuras e, muitas travessuras, bem ao sabor da data.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS