Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Confira dicas de como aliviar o estresse

Bateu aquela tensão? Que tal fazer uma pausa e utilizar alguns truques rápidos para melhorar o bem-estar?

Cristina Oliveira, do AT2 | 07/02/2022 14:20 h

A sobrecarga trazida tanto pela rotina agitada quanto pela pandemia que se arrasta por dois anos tem aumentado o nível de estresse de muita gente. Mas a boa notícia é a possibilidade de aliviá-lo com alguns truques em apenas um minuto.

Dar aquele “abraço de urso”, longo e acolhedor, escutar uma música alto-astral, dançar sozinho (a), contemplar a natureza, imaginar a pessoa que ama, escrever as próprias emoções ou trocar afeto com os filhos são algumas das atitudes aconselhadas por especialistas para quem tem pouco tempo para se dedicar ao lazer. 

E essas práticas devem ser tornar comuns no dia a dia e realizadas sempre que a pessoa sentir que precisa melhorar seu bem-estar. 

Para a palestrante, escritora e especialista em Desenvolvimento Humano Dani Costa, essas dicas são importantes porque é preciso buscar meios de aliviar esse grande esforço emocional, e até físico, para  que não se torne algo crônico.

 “O estresse crônico cria ambiente de negatividade, levando a manutenção de pensamentos negativos, depressão, tristezas profundas e, no nível físico, ao aumento de risco cardiovascular”, explica.

A psicóloga Adriana Severine destaca que a pandemia acelerou essas tensões emocionais, pois passamos a nos sentir limitados nas diferentes formas de lazer e convivendo com um número restrito de pessoas.  Por isso, um meio de desestressar seria atividade física, mesmo que rápida. “Principalmente ao ar livre. Isso te ajuda a 'não pensar'”.

O doutor em Psicologia André Rabelo sugere aprender a respirar pelo diafragma, como fazem os bebês.  Essa técnica consiste em inspirar e levar o ar até o umbigo por alguns segundos e expirar, soltando o ar em seguida. Isso ajuda a ter um alívio instantâneo.  

Outra dica é a prática rotineira de meditação. “Ela já foi amplamente testada em pesquisas. Por ser gratuita e relativamente simples de praticar, vale a pena experimentá-la”, recomenda.

A farmacêutica Ariane Delevedove e a filha Luiza Delevedove
A farmacêutica Ariane Delevedove e a filha Luiza Delevedove |  Foto: Leone Iglesias/AT
 

“Abraço de urso” relaxa!

Dar um “abraço de urso” na filha Luiza Delevedove, 16, tem o poder de renovar as energias e aliviar instantaneamente o estresse da farmacêutica Ariane Delevedove, 43.

“Eu amo abraçar. Traz a troca de calor, apoio, confiança, acolhimento. Quem não relaxa com um 'abraço de urso'? E, nesse momento de pandemia, faz toda a diferença”, destaca.

Interagir com as crianças 

Para reduzir o estresse rapidamente, o piloto de corrida Hugo Cibien, 39, gosta de correr para a pista. 

Mas, quando está em casa, ele e sua esposa, Ana Carolina Gouvea Bermudes Cibien, 38, gostam de parar  um momento para brincar com o seu casal de filhos, Alice, 6, e Lucas, 4.

“Eles me ajudam a relaxar e encontrar o equilíbrio em meio às brincadeiras e a troca de afeto. E, em breve, virá o terceiro filho para deixar a vida ainda mais leve e com alegria”, diz Hugo.

Dançar e cantar

A diretora criativa Tainah Farias, 29, conta que tem uma rotina muito corrida. Mas, quando bate o estresse, algo que acalma é passar um tempo com sua filha Bella, de 2 anos. 

“Bella ama dançar e cantar, e me envolver nesses momentos com ela deixa tudo mais leve e divertido. O estresse fica para trás”, salienta.


ESTRATÉGIAS PARA REDUZIR TENSÃO


Meditação

Tanto a meditação quanto as técnicas de respiração ajudam a desestressar, segundo a especialista em desenvolvimento Dani Costa. “Há muitos aplicativos disponíveis. Mesmo que tenha dificuldade, pouco tempo de respiração traz relaxamento para o corpo e diminui o cortisol que impulsiona o estresse”.

Ouça música ou dance

Outra recomendação é ouvir alguma música que traga bem-estar e relaxamento ou mesmo dançar sozinho (a). Isso ajuda na liberação da endorfina, um neurotransmissor capaz de melhorar o humor e de auxiliar no controle da dor.

Lugar calmo

Quando o ambiente estiver favorável ao aumento do estresse, uma solução rápida pode ser se afastar por algum tempo daquele local. E o mesmo vale para situações que reforçam e promovem tensões.

Escreva

A psicóloga Adriana Severine sugere escrever sobre o que sente naquele momento. “Não deixe isso guardado dentro de você. Quanto mais conseguir expressar suas emoções de forma clara e espontânea, melhor será para você”, diz.

Pense em quem você ama

Pense em alguém que você sente um grande amor, e isso vale até para seu animal de estimação. Mas imagine de forma vívida, como se esse ser realmente estivesse na sua frente. Tente se lembrar de detalhes de como ele (a) se parece, como cheira e como você se sente bem na presença dele (a).

Abrace

Dar um abraço longo em alguém que você gosta pode ter um efeito regenerador, segundo uma pesquisa do curso de Psicologia da Carnegie Mellon University (EUA). O abraço protege dos efeitos do estresse, da depressão e da ansiedade.

Fonte: Especialistas consultados.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS