Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Capixaba é a nova musa do funk

| 01/02/2020 06:01 h

Thamy Araújo
Thamy Araújo |  Foto: Divulgação
Foi com vídeos dançando sucessos de outros artistas e gravando músicas de resposta para letras machistas de MCs que a capixaba Thamy Araújo, 22, conquistou 142 milhões de visualizações no YouTube.

O sucesso na internet e o talento mostrado fez com que ela se tornasse a nova aposta da produtora GR6, responsável pela carreira de nomes como Livinho e Mirella.

Em dezembro, a jovem de São Gabriel da Palha lançou seu 1º single, o empoderado “Deu a Louca Nessa Raba”, cujo clipe, gravado no Estado e com artistas locais, e o vídeo da coreografia somam mais de 1 milhão de acessos.

“Sempre me identifiquei com o funk. Ele passa a realidade que a favela vive, essa simplicidade. Como sou do interior, gosto disso. Nas minhas músicas, vou sempre mostrar a mulher no topo”, afirma a nova musa do batidão ao AT2.



Hoje, Thamy “tá por cima”, como canta na canção, calando a boca de quem não acreditou que ela poderia ser estrela. “Falava que queria trabalhar na TV e as pessoas riam de mim. Mas eu nunca fui acomodada, e sempre quis mais”.

Para ir atrás do que queria, começou sendo vendedora em boutique. Após ganhar o Miss Brasil Unificado, na categoria teen, em 2015, deu início à carreira de modelo, que segue até hoje. Ainda em Vitória, foi dançarina do Baile do GG, e há um ano se mudou para a Bahia para ficar perto de seu noivo, o cantor Bruno Magnata, da banda La Fúria.


Entrevista


AT2 - Começou como modelo. Como foi a transição para a música? 
Thamy Araújo Sempre quis trabalhar com música, mas tinha vergonha de cantar. Quando fui para Vitória, já tinha a intenção de ser artista, só não tinha me descoberto. Comecei como modelo, fui conhecendo o pessoal que trabalha na noite e dancei no Baile do GG.
Depois, comecei com canal no YouTube e, quando já estava com quase um ano de canal, passei por uma depressão de três meses. Foi quando me afastei de todas as redes sociais.

O que provocou essa depressão?
Sempre tive a vida muito conturbada. Passei por muita coisa, tanto que moro só desde os 15 anos. A depressão acontece quando a gente não consegue descartar as coisas e vai acumulando. Chega uma hora que estoura!
O estopim foi lidar com a internet, porque estava sendo muito criticada e não estava sabendo lidar. Era tudo muito novo, cheguei a perder 10kg.

E como foi o retorno?
Quando fiquei melhor, decidi voltar com o canal. Pensei: “Se eu voltar só com dança, não vou chamar mais atenção”. Então, decidi que era a hora de cantar. No YouTube, era mais fácil, porque, como é gravado, ninguém ia me ver cantando. Foi aí que comecei a gravar vídeos fazendo resposta para letras de funkeiros, sempre a favor da mulher, e bombou. Foi quando a GR6 me achou.

Qual é o seu diferencial entre tantas cantoras de funk?
Não ser vulgar. Tanto que carrego um público infantil muito grande. Minha linha é funk pop, limpo, sem ser vulgar.

O que vem por aí?
Ainda este mês, lanço música com Mazzoni. Será funkzão, em 150 BPM. E vamos ter muitas outras canções. Estou estudando bastante, fazendo aula de canto, sem pressa para fazer show.

Já pensou em desistir?
Uma das minhas lutas diárias, desde que saí da roça, é essa. Desde a época da escola, tive que lidar muito com críticas. Quando fui morar só em Vitória, aos 18 anos, as pessoas me chamavam de maluca!

Aprendeu a lidar com as críticas?
Graças a Deus! Mas tive ajuda de psicólogo. Tenho 300 mil seguidores no Instagram e, às vezes, as pessoas têm problemas em casa e acabam descontando na gente. Hoje, aprendi a separar o que é crítica construtiva e o que é comentário de pessoas frustradas. Aí você ignora e bloqueia. As pessoas nunca acreditaram em mim, e acho que isso me dá gás.


O que ela diz


Orgulho

Thamy Araújo é apaixonada pelo Espírito Santo. Não é à toa que gravou o clipe de “Deu a Louca Nessa Raba” em Vitória, com uma equipe formada por artistas locais. Destaque para Daniel Caon, coautor da canção, Heberth Portilla, que criou looks para Pabllo Vittar, e a direção é de Edu Donna.

“Quero que as pessoas do Brasil todo consigam olhar para os capixabas e ver que temos potencial, tanto quanto artistas de outros estados”, diz, ao AT2, ela que foi musa do clipe de “Hit Contagiante”, de Felipe Original.

"Todo mundo está sujeito a errar, mas a gente não é bola de cristal para adivinhar” Thamy fala sobre o noivo Bruno Magnata
"Todo mundo está sujeito a errar, mas a gente não é bola de cristal para adivinhar” Thamy fala sobre o noivo Bruno Magnata |  Foto: Leo Gurgel / Divulgação
Traição

Noiva de Bruno Magnata, da banda La Fúria, com quem está há um ano e meio, Thamy pediu separação por duas vezes por conta de traição. Mas ela o perdoou.

“Todo mundo está sujeito a errar, mas a gente não é bola de cristal para adivinhar. Perdoar é uma atitude nobre e persistir no erro é maluquice. Então, não perdoaria novamente. Mas perdoei, e vamos ver se há realmente mudança ou não. Aí só o tempo vai dizer...”, afirmou.

“Deu a Louca Nessa Raba” fala de relacionamento abusivo e foi lançada após o último término do casal. Por isso, muitos fãs acharam que a música era uma indireta para o baiano. “Não era. Já estava tudo planejado. Mas a música me ajudou a superar esse momento difícil”, contou Thamy.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS