X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Entretenimento

Alice Wegmann desabafa sobre paixões e desafios da carreira artística: 'Já me decepcionei'


Alice Wegmann relatou as experiências e os desafios que enfrenta diariamente trabalhando como atriz. Ela abriu uma caixinha de perguntas para interagir com os seus seguidores no Instagram e contou que se sente grata e privilegiada por tudo que alcançou como artista, mas ressaltou as dificuldades enfrentadas em sua carreira.

"Já vi cinco pessoas de áreas diferentes chorando em um mesmo set por falta de organização, já tive meu coração batendo a 32 bpm (batimentos por minuto) e tomei duas doses de atropina (adrenalina) para reanimar. Já questionei muito as horas de trabalho excessivas do audiovisual, já me decepcionei... nada é constante. Mas até onde eu puder, vou viver essa paixão", pontuou.

Apesar da associação feita pela atriz, atropina e adrenalina são medicamentos diferentes. A droga utilizada por Alice Wegmann geralmente é utilizada para tratar arritmias, enquanto adrenalina é injetada para aumentar os batimentos cardíacos.

A artista ficou conhecida por sua participação em Malhação. Atualmente, ela interpreta Raíssa em Rensga Hits!, musical renovado para a segunda temporada, disponível na Globoplay.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: