search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Empresário é preso por arrastar morador de rua com uma Hilux até a morte

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Empresário é preso por arrastar morador de rua com uma Hilux até a morte


Um empresário foi preso, na noite de quarta-feira (28), suspeito de matar um morador de rua em São Luís, no Maranhão. A vítima, identificada como Carlos Alberto Santos, de 36 anos, foi amarrada no veículo do empresário (uma Hilux) e arrastada por cerca de 1 quilômetro pelas ruas da capital.

As informações são do Diário de Pernambuco.

Crime foi registrado por câmeras de segurança (Foto: Divulgação / PCMA)
Crime foi registrado por câmeras de segurança (Foto: Divulgação / PCMA)

O crime foi registrado no dia 17 de maio deste ano, por volta das 2 da manhã. Câmeras de videomonitoramento, divulgadas apenas nesta semana, registraram o crime.

A vítima foi identificada como Carlos Alberto Santos, de 36 anos.

De acordo com a Polícia local, a motivação do crime teria sido o furto de refeições em marmitex, por parte da vítima, no restaurante do suspeito.

As câmeras de segurança mostram Carlos Alberto caído no asfalto amarrado na traseira da Hilux, enquanto o suspeito aparece bebendo água. Outro trecho do vídeo mostra o veículo dando marcha-a-ré, passando com o carro sobre a vítima.

"O corpo foi encontrado bastante machucado e com sinais de que foi arrastado. As imagens falam por si, o rapaz estava sofrendo, se debatendo e o motorista, com muita frieza, tranquilamente bebe água, e segue com o corpo por um percurso de um quilômetro. É um crime bárbaro com requinte de crueldade", disse o delegado Felipe César Mendonça, do Departamento de Proteção à Pessoa, responsável por investigar o caso.

O suspeito, que é dono de três restaurantes em São Luís, vai responder pelos crimes de tortura e homicídio.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados