search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Empresária fura quarentena, abre salão de beleza e leva multa de R$ 170 mil

Notícias

Publicidade | Anuncie

Internacional

Empresária fura quarentena, abre salão de beleza e leva multa de R$ 170 mil


Uma empresária britânica foi multada em 27 mil libras, o equivalente a cerca de R$ 170 mil, por manter seu salão de beleza aberto durante o período em que havia duras restrições ao comércio devido à pandemia do novo coronavírus. As informações são do jornal The Sun.

Até o dia 2 de dezembro, a Inglaterra vai permanecer em quarentena e somente os serviços essenciais estão autorizados a funcionar e estabelecimentos que oferecem serviços de estética não são considerados essenciais.

Sinead Quinn contrariou as regras e vai pagar caro. A empresária, residente de Kirklees, em West Yorkshire, recebeu ao todo, cinco multas totalizando o valor de 27 mil libras.

O distrito tem uma das maiores taxas de infecção na Inglaterra, com 446,4 casos por 100 mil pessoas. "A lei estabelecida pelo governo existe para que possamos reduzir as taxas de infecção, aliviar a pressão sobre nossos serviços de saúde e salvar vidas. Mas só funciona se todos nós seguirmos e percebermos que ninguém está acima da lei. Francamente, as ações tomadas por esse negócio (o salão de beleza) são egoístas e irresponsáveis", disse o porta-voz do Conselho de Kirklees.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados