X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mais de 50 placas de candidatos com propaganda irregular são retiradas das ruas

| 26/10/2020 14:23 h | Atualizado em 26/10/2020, 16:46

Fachada do TRE:  irregularidades no repasse de verbas     às siglas é um dos problemas, segundo o tribunal
Fachada do TRE: irregularidades no repasse de verbas às siglas é um dos problemas, segundo o tribunal |  Foto: Dayana Souza / AT - 28/08/2018

O juízo da 52ª Zona Eleitoral de Vitória e a Polícia Federal estiveram neste sábado (24) em seis bairros da capital e retiraram 52 placas contendo propaganda eleitoral irregular.

A equipe composta por oito pessoas foi coordenada pela juíza eleitoral Gisele Souza de Oliveira e pelo chefe do cartório Henrique Arraes. Os bairros visitados por eles foram, Aeroporto, Goiabeiras, Maruípe, São Pedro, Jardim da Penha e Jardim Camburi, onde foi verificado o cumprimento das regras eleitorais estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“A maior incidência de descumprimento se deu em relação à colocação de placas com propaganda eleitoral em muros, grades, portões, postes, fachadas residenciais e comerciais”, disse em nota o Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-ES).

A Corte explicou ainda que a legislação eleitoral veda a veiculação de material de propaganda em bens públicos e particulares, “exceto bandeiras ao longo das vias públicas, desde que móveis e que não dificultem o bom andamento do trânsito de pessoas e veículos; adesivos plásticos em veículos e janelas residenciais, desde que não exceda a 0,5 m (meio metro quadrado)”, escreveu.

A Justiça Eleitoral destacou que embora a ação fiscalizatória tenha causado a remoção de algumas propagandas irregulares, ela teve o cunho educativo e informativo. Ela também explicou que novas ações dessa natureza serão realizadas em outros bairros do município de Vitória.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS