Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Eleições municipais terão mais de 1,6 milhão de mesários

| 05/10/2020 13:44 h | Atualizado em 05/10/2020, 15:37

As eleições municipais deste ano no Brasil vão mobilizar pelo menos 1,6 milhão de mesários no 1º turno do pleito. As informações são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), tomando como base a norma que determina, no mínimo, quatro mesários por seção eleitoral.

A Justiça Eleitoral divulgou que serão ao todo 401.364 seções eleitorais e outros 406 locais específicos para justificativa de voto, que também mobilizam quatro mesários cada. Com isso, o “exército” de mesários chega a 1.607.080.

Os números foram fornecidos pelo TSE ao site G1 por meio da Lei de Acesso à Informação. No entanto, o número exato de mesários só deve ser oficializado após o 1º turno das eleições, marcado para o dia 15 de novembro. O segundo turno será em 29 de novembro. No pleito de 2018, a estimativa foi de 1,9 milhão de mesários.

Pelas regras, para ser mesário o eleitor precisa ter 18 anos completos até o 1º turno das eleições e estar em dia com a Justiça Federal. Quem é candidato ou é parente de candidato não pode ser mesário.

Convocação

Imagem ilustrativa da imagem Eleições municipais terão mais de 1,6 milhão de mesários
Por causa da pandemia da Covid-19, os mesários neste ano foram convocados através de e-mail ou por mensagem no WhatsApp. A mensagem continha uma senha que devia ser inserida no site do TRE e que confirmava a participação do mesário.

Quando não houve resposta, a Justiça Eleitoral enviou uma carta a quem foi convocado ou se voluntariou para a função.

Pessoas idosas ou do grupo de risco, caso tenham solicitado, foram dispensadas de trabalhar como mesário nestas eleições.

A Justiça Eleitoral já anunciou que está se programando para fornecer e orientar o uso de máscara, álcool em gel e também face shield por parte dos mesários.

Eles devem manter a distância de pelo menos 1 metro nas salas de votação. Haverá horário exclusivo para votação de idosos, para ajudar a evitar filas.

No Estado, são 38.481 convocados

No Espírito Santo, o Tribunal Regional Eleitoral do Estado (TRE-ES) informou que convocou 38.481 eleitores para trabalhar como mesários, prepostos e colaboradores nas eleições de novembro para prefeito, vice-prefeito e vereadores.

A Justiça Eleitoral alertou que quem for convocado deve ter atenção, porque o não comparecimento para trabalhar no dia da eleição pode resultar em uma multa equivalente à metade de um salário mínimo, ou seja, R$ 522,50, caso a pessoa não apresente justificativa em até 30 dias após a eleição.

Se for funcionário público, a pena pelo não comparecimento para trabalhar nas eleições será de suspensão de até 15 dias.

O estado brasileiro com o maior número de mesários deve ser novamente São Paulo, onde 343.168 pessoas vão ajudar no primeiro turno das eleições. Os mesários devem atuar nas 85.792 seções eleitorais de SP.
 

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS