search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Efeito colateral
Painel da Folha de São Paulo

Efeito colateral

Sem contar os óbitos de Covid-19, o Brasil teve, entre os meses de março e junho, 23% de mortes a mais do que o esperado para o período, segundo levantamento do Conselho Nacional de Secretários da Saúde. O estudo indica que Sudeste, Nordeste e Norte foram as regiões mais afetadas com as consequências indiretas da pandemia. As capitais foram as mais atingidas, principalmente Manaus e Belém (Norte), São Luís, Fortaleza, Recife e Salvador (Nordeste), Rio e São Paulo (Sudeste).

Razões
Nesses locais, segundo o levantamento, há maior dificuldade de respeitar o distanciamento físico devido à alta densidade populacional, ao transporte público saturado, à desigualdade social e às habitações precárias com grande concentração de pessoas por domicílio. Ao todo, foram 74.172 a mais do que a expectativa.

Fonte
A pesquisa do Conass se baseou nas tendências de óbitos registradas entre 2015 e 2019 em seu levantamento.

Reflexos
“É conhecido o impacto de doenças pandêmicas na mortalidade, com aumento no número de mortes diretamente pela doença e, de forma indireta, pelos efeitos na superlotação de hospitais, e pelo receio dos doentes crônicos e vítimas de mal-estar súbito de procurar atendimento pelo risco de ser infectado, além de restrições a movimentação”, afirma o estudo.

Conjunto
O ministro Gilmar Mendes deve levar ao plenário do Supremo o pedido do PTB para barrar qualquer possibilidade de reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP) para a Câmara e o Senado, respectivamente. O caso estava com Celso de Mello, que se declarou suspeito para julgar a causa.

Plano
Como mostrou o Painel, a tese que circula para reconduzir Alcolumbre teria como consequência a possibilidade de eternizar dirigentes no comando das Casas.

Guerra
Em conversas recentes o procurador-geral da República, Augusto Aras, deixou claro que sua briga com a Lava Jato lhe rendeu, entre outras coisas, um inimigo pessoal: o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE). O parlamentar vem criticando a atuação do PGR em relação à força-tarefa de Curitiba.

Fim
Segundo Aras disse em reuniões particulares, Vieira tem lhe perseguido desde o período anterior à nomeação ao cargo.

Linha
O ministro Luís Roberto Barroso vai levar ao plenário do STF discussão sobre obrigação de pais vacinarem filhos, levando em conta questões filosóficas, religiosas, morais e existenciais. Como relator de ação sobre o tema, Barroso propôs atribuir repercussão geral. Os ministros vão decidir virtualmente se reconhecem a sugestão. Se sim, o tema vai ao plenário físico.

Direitos
O caso concreto em análise é de São Paulo. O Ministério Público entrou com ação contra os pais de um menino para obrigá-los a seguir o calendário de vacinação. O argumento era que o bem da criança estava acima da vontade da família. A Justiça negou tendo como fundamento a liberdade dos pais, mas o Tribunal de Justiça reverteu.

Minha Vida
Os pais foram ao STF: argumentaram que são veganos, o filho é saudável, acompanhado por médicos e que não se pode falar em negligência, já que a escolha pela não vacinação é ideológica. Barroso apresentou três pontos para levar ao plenário: social, político e jurídico.

Fim
Secretária Nacional de Juventude do ministério de Damares Alves, Jayana Nicaretta está deixando o posto. Ao Painel ela diz que passará para a pasta de Minas e Energia, algo que vinha pedindo há meses.

Veja bem
Emilly Coelho, assessora do Ministério da Cidadania, vai assumir o cargo. Membros da secretaria dizem que a troca tem relação com negociações do governo com o centrão. Jayana nega e diz que Emilly já conhece a área e não tem histórico partidário.

Na trave
Em fase paz e amor, o Presidente repudiou o ataque racista sofrido pelo entregador em Valinhos (SP), mas derrapou na reta final. “A miscigenação é uma marca do Brasil. Ninguém é melhor do que ninguém por conta de sua cor, crença, classe social ou opção sexual”. O termo correto é orientação sexual, já que não se trata de uma escolha.

Tiroteio
“Bolsonaro tentou mandar fechar o STF. Michelle recebeu 21 cheques de Queiroz. É a síntese da autocracia”.
De Conrado Hübner Mendes, professor de Direito Constitucional da USP, sobre as últimas polêmicas envolvendo a família Bolsonaro.
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Motor

O auxílio emergencial não incrementou só a renda das famílias, turbinou também a arrecadação dos estados. O aumento do consumo produzido pelas parcelas mensais de R$ 600 gerou alta recorde na …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Velório

O enterro da delação de Sérgio Cabral no Supremo contou com atos contraditórios da Procuradoria-Geral da República, além de uma atitude incomum por parte de Dias Toffoli, então presidente da Corte. …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Lentes de aumento

A Polícia Federal declarou guerra ao Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). Em um processo no TCU sobre a compra de imagens de satélites, a PF diz que o Inpe provoca desinformação contra …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Imagem

Em dois meses, o Meio Ambiente destravou cerca de R$ 530 milhões que estavam parados há um ano e meio à espera de definições do ministro Ricardo Salles. A verba foi para o BNDES e deve financiar …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Na torcida

Celso Russomanno (Republicanos) tem um incentivador improvável na tentativa de atrair Jair Bolsonaro para sua campanha à prefeitura: Bruno Covas (PSDB). Apoiadores do tucano têm dito que o endosso …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Mensagem

O primeiro ato do ministro Luiz Fux como presidente do Conselho Nacional de Justiça gerou reclamações de colegas da corte, de advogados e de entidades ligadas aos Direitos Humanos, que viram na …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Ao vento

Insatisfeito com o veto de Jair Bolsonaro a projeto de lei que perdoava dívidas de instituições religiosas com o fisco, o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) afirma que três dias antes o presidente …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Corrida com barreiras

O Twitter vê a atual versão do projeto de lei sobre fake news que tramita na Câmara como ameaça à competição no mercado das redes sociais e à internet aberta. Segundo Fernando Gallo, gerente de …


Painel da Folha de São Paulo

Como será o amanhã

Ao custo de mais de 130 mil vidas, a pandemia da Covid-19 expandiu a rede hospitalar do SUS em tempo recorde, segundo secretários de Saúde. O número de leitos de UTI mais que dobrou, por exemplo, em …


Exclusivo
Painel da Folha de São Paulo

Voar, voar

A definição do nome do vereador Ricardo Nunes (MDB) como vice na chapa de Bruno Covas (PSDB), que busca a reeleição ao cargo de prefeito de SP, envolve, na expectativa dos tucanos, uma articulação …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados