Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Sucesso no Enem com o apoio dos pais

| 21/01/2020 11:26 h | Atualizado em 21/01/2020, 12:04

Eles se destacaram na Redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e conseguiram nota acima dos 900. Mas, para conseguir esse resultado, eles garantem que o apoio dos pais foi fundamental para o sucesso na prova.

Leonardo Caus Sampaio, que tirou 980 na Redação, com os pais JAyme e Eliana.
Leonardo Caus Sampaio, que tirou 980 na Redação, com os pais JAyme e Eliana. |  Foto: Beto Morais/AT

É o que afirma o estudante Leonardo Caus Sampaio, de 18 anos, que tirou nota 980 na Redação.
Aluno do Marista de Vila Velha, Leonardo destacou que, além da orientação dos professores, o apoio dos pais – o empresário Jayme Maciel Sampaio e a professora Eliana Caus Sampaio, ambos de 52 anos – foi muito importante na preparação para o exame.

“Eles sempre me apoiaram, desde pequeno, com rotina de estudos e com a infraestrutura em casa, para eu ter a melhor qualidade de estudos possível, inclusive com o apoio emocional”, relatou.
Leonardo, que vai tentar Economia na Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), chegou a fazer, no período final de preparação, até seis redações por semana.

“A qualidade da convivência que temos em casa me tranquilizava todos os dias e me fazia ter um psicológico estável para lidar com os desafios diários de estudo”, disse.

Também é esta a afirmação da estudante Beatriz Bremenkamp Barbosa, 17, que se preparou durante o ano no cursinho Homero Massena e estudou na Escola Estadual Ary Parreiras.

Ela contou que os pais – o caminhoneiro Marcelo Barbosa e a dona de casa Eliana Bremenkamp, ambos de 45 –, além da irmã Bárbara, 9, foram fundamentais para a boa nota: 940 na Redação.

“Eles foram importantes em todos os momentos. Sempre me apoiavam e me fizeram acreditar que eu era capaz de conseguir o que tanto sonhava, além de não medirem esforços quando o assunto é a minha educação e a da minha irmã. Estão sempre nos ajudando”, afirmou.

Com o resultado, Beatriz planeja conseguir entrar na Ufes e cursar Administração.

“Teve momentos que minha mãe ia me buscar no cursinho para eu poder ficar estudando até mais tarde. Acho muito importante, pois tenho certeza que, sem eles, não teria conseguido chegar na metade do que consegui até hoje”.

O psicopedago Cláudio Miranda destacou que os pais devem estimular e valorizar cada minuto de esforço dos filhos, além de garantir que eles estudem regularmente todos os dias. “Mesmo que os filhos demonstrem dificuldade, os pais devem se mostrar disponíveis e confiantes”, frisou.

Ana Paula Merscher com os pais Julimar e Andréa.
Ana Paula Merscher com os pais Julimar e Andréa. |  Foto: Dayana Souza/AT
Dedicação para fazer Medicina

A estudante Ana Paula Merscher Zanoni, de 22 anos, é só gratidão aos pais, o açougueiro Julimar Zanoni, 44, e a dona de casa Andréa Merscher Zanoni, 48.

Ana, que tirou 960 na Redação, fez cursinho no Darwin e contou que há quatro anos se dedica ao exame, para conseguir estudar Medicina em uma universidade federal.

“Muitas vezes, pensei em desistir e meus pais estiveram comigo. Estudei em escola pública, porém meus pais pagaram cursinho para mim. Estive deprimida em alguns momentos e meus pais me apoiaram”.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS