search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Educação financeira é aliada no combate ao endividamento
Tribuna Livre

Educação financeira é aliada no combate ao endividamento

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indicam que cerca de metade dos brasileiros (48%) tiveram o CPF negativado em pelo menos algum momento dos últimos 12 meses, em função de dívidas atrasadas.

Entre os motivos que levaram a esta situação, estão a retração na atividade econômica, o prolongamento do elevado nível de desemprego (que foi em média de 11,3%, em 2016; 12,8%, em 2017; 12,3%, em 2018; e 11,9%, em 2019, de acordo com dados do IBGE), a redução no orçamento familiar e a falta de planejamento das famílias.

Além disso, as políticas de acesso ao crédito, associadas à facilidade de utilização do cartão de crédito, à complexidade das políticas bancárias, entre outros motivos, contribuíram para esta situação.

Isso porque, ao avaliar os dados específicos sobre o endividamento das famílias brasileiras, que constam no referido trabalho, para dezembro de 2019, tem-se que a principal atividade que contribuiu para esta situação foi a bancária, seguida pelo comércio e pela comunicação.

Outro ponto que chama a atenção na pesquisa é que o público com idades entre 30 e 49 anos representou 45,8% dos devedores e teve 48,3% das dívidas, embora participe com 41% do público-alvo da pesquisa (que, por sua vez, refere-se a pessoas com idades entre 18 e 94 anos).

Ou seja, a participação dos que estão endividados nesta faixa etária supera a sua respectiva representatividade na população brasileira.

Ainda sobre esse público, com idades entre 30 e 49 anos, vale lembrar que se refere exatamente àquele que deveria estar inserido no mercado de trabalho e ter atingido o auge de seu nível de qualificação profissional.

Por isso, a preocupação com dívidas pode se tornar um problema a mais para essas pessoas, especialmente para aquelas que estão desempregadas e que podem, em suas famílias, não ter outra fonte de renda.

Sobre essa questão, é importante considerar que, em momentos de prosperidade financeira das famílias, é comum as pessoas seguirem esta tendência e alterarem/ampliarem seu padrão de consumo.

Contudo, estas pessoas, na maioria dos casos, não foram ou não estão preparadas para momentos de retração, já que nesses períodos é preciso realizar um planejamento financeiro, reavaliar o orçamento, rever conceitos e alterar o padrão de consumo.

Por isso, medida como a implantação de educação financeira, especialmente na base escolar, pode ser um importante instrumento para que as pessoas aprendam, desde cedo, noções de planejamento e de orçamento familiar, para os diversos momentos da economia.

Essa ação, embora talvez possa não trazer efeito no curto prazo, irá gerar benefícios à sociedade no longo prazo, a partir do momento que os cidadãos que receberem esse conhecimento virem a se inserir no mercado de trabalho e a se tornarem consumidores.

Leandro Lino é vice-presidente do Conselho Regional de Economia do Espírito Santo (Corecon-ES)

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

O Rio de Janeiro continua lindo, mas até quando?

Matéria jornalística exibida recentemente no Rio de Janeiro apresentou dados aterrorizantes da criminalidade no estado. Os dados apontam um mapa inédito do crime e foi produzido pela Polícia …


Exclusivo
Tribuna Livre

Desafios da liderança em tempo de pandemia e home office

O ambiente organizacional ao longo dos anos vem passando por várias mudanças como, por exemplo, desenvolvimento de tecnologias, mudança dos mercados, das relações de trabalho, dentre outras. Além …


Exclusivo
Tribuna Livre

A pandemia, o déficit de visibilidade e o desvario do olhar

No antigo normal, na vida que se vivia em duas fatias, a presencial e a digital, o olhar e o dar-se ao olhar alheio permitiam uma verdadeira farra de visibilidade. Mas, no meio da vertigem de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Motivação no isolamento torna a rotina menos estressante

Diante de uma pandemia e do isolamento social, pessoas com rotinas agitadas foram de repente obrigadas a desacelerar. Ganharam mais tempo com a família, aumentaram os afazeres de casa, tiveram seus …


Exclusivo
Tribuna Livre

Congresso tem mais funcionários do que 48 municípios do Estado

O Congresso Nacional aprovou e já está em pleno vigor a Lei Complementar nº 173, de 27 de maio de 2020, que trata da ajuda financeira a estados e municípios e estabelece o “Programa Federativo de …


Exclusivo
Tribuna Livre

Desafios da educação após a pandemia do novo coronavírus

Estudos recentes, como em Todos pela Educação (05/2020), mostram que os desafios com que se defrontarão gestores e profissionais da Educação quando do retorno das aulas presenciais são de tal …


Exclusivo
Tribuna Livre

A digitalização dos planos de saúde acelerada pela pandemia

Grandes desafios podem provocar grandes revoluções. A necessidade de superar adversidades leva a humanidade a repensar hábitos e valores e a usar todo o seu potencial de criação. Nestes tempos …


Exclusivo
Tribuna Livre

A importância da Lei da Fauna capixaba em tempos de Covid

Em dezembro de 2019, foi sancionada a Lei Estadual de Proteção à Fauna que, dentre outros assuntos, cuida da prevenção de doenças advindas da relação humana com os animais, alertando sobre o perigo …


Exclusivo
Tribuna Livre

Relacionamentos abusivos mais evidentes durante a pandemia

É significativo o aumento de casos de violência doméstica durante o isolamento social. Mas, infelizmente, a pandemia apenas traz à tona questões já presentes. É num momento de excesso ou modificação …


Exclusivo
Tribuna Livre

Peste, indiferença e luta

Quando a peste resolve sair de seu recôndito esconderijo e assombrar a humanidade, o desespero e a indiferença vêm na bagagem. Desespero porque, por mais pestes e guerras que já tenham havido na …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados