Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Saiba se seu CPF foi usado para fraude em pedido de auxílio emergencial

| 06/06/2020 16:37 h | Atualizado em 06/06/2020, 17:00

Neymar cobra falta e marca na partida contra o Montpellier
Neymar cobra falta e marca na partida contra o Montpellier |  Foto: Reprodução Instagram @neymarjr

O auxílio emergencial, criado pelo governo para socorrer as pessoas que mais necessitam durante a pandemia do novo coronavírus, tem sido alvo de fraudadores, que estão utilizando o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) de terceiros para fazer o cadastro no sistema e receber os recursos.

Para saber se alguém usou o seu documento de forma indevida para receber o recurso, é necessário acessar o site da Dataprev. Após isso é preciso inserir o número do CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. A resposta se os seus dados foram usados vai aparecer em seguida.

Desde que foi lançado, criminosos já fizeram milhares de vítimas, incluindo famosos e pessoas de classe média e alta. O jogador de futebol Neymar, o empresário Luciano Hang, e o filho dos jornalistas William Bonner e Fátima Bernardes foram alvo de fraudes.

O educador financeiro Cléber Miranda destacou a importância de checar se o seu CPF está sendo usado de forma indevida.
“Alguém pode usar o nome da pessoa de má-fé. E essa pessoa pode ser obrigada a devolver um dinheiro que não recebeu e até ser responsabilizada penalmente, se não conseguir provar que não foi ela quem usou o auxílio”.

CHEQUE SEU CPF
Para saber se o CPF foi usado indevidamente para requerer o auxílio emergencial é preciso fazer uma consulta no site da Dataprev, acessando este link: https://consultaauxilio.dataprev.gov.br/consulta/#/

Para a consulta, é preciso inserir o CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento. Em seguida, clique em “Não sou robô” e “Enviar”.

Para quem não solicitou o benefício, o resultado da pesquisa deve ser “Requerimento não encontrado”.

Caso o CPF tenha sido usado para solicitar o auxílio, a mensagem deverá mostrar que o benefício está em processamento, foi aprovado, não aprovado, requerimento retido ou dados inconclusivos.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS