Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Profissões com mais empregos e melhora no salário após pandemia

| 09/08/2021 16:42 h

Apagão de cursos técnicos, aquecimento de alguns setores da economia e a digitalização mercadológica têm feito com que as empresas voltem o olhar para alguns profissionais.

Técnico em audiovisual e em internet das coisas, cientista de dados, professor multimídia estão no radar. Depois de ouvir diversos especialistas que são autoridade no assunto, a reportagem listou 40 profissões no Espírito Santo que terão mais empregos e melhores salários após a pandemia.

A presidente da Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-ES), Kátia Vasconcelos, disse que a educação foi um dos setores que passou por grandes mudanças, com a intensificação do ensino a distância e semipresencial.

“A própria demanda do professor multimídia é a sinalização de que a gente está em um caminho sem volta”. Ela observou que profissionais da educação preparados para esse ambiente tecnológico são poucos e por isso tendem a ser mais disputados.

Aluno do segundo período do curso de Ciência de Dados, Ewerton Júnior, 18, contou que queria fazer Medicina, mas um teste vocacional acabou mostrando que o caminho dele seria voltado para a tecnologia
Aluno do segundo período do curso de Ciência de Dados, Ewerton Júnior, 18, contou que queria fazer Medicina, mas um teste vocacional acabou mostrando que o caminho dele seria voltado para a tecnologia |  Foto: Kadidja Fernandes/ AT

Nesse contexto tecnológico, a área de tecnologia da informação já está em evidência e continuará, segundo o coordenador de Tecnologias Educacionais Sesi e Senai ES, Erick Miranda. Entre os profissionais, ele destacou os desenvolvedores de sistemas e de jogos digitais, programadores e especialista em cibersegurança.

A sociedade nunca gerou tantos dados na história da humanidade como tem gerado agora, conforme Susilea Abreu, coordenadora do curso de Ciência de Dados da UVV. “Se você acionar um Uber ou fizer uma pesquisa na internet, está gerando dados”, destacou.

Ela explicou que essa realidade faz com que as empresas percebam a necessidade de profissionais que consigam utilizar essa nova realidade a seu favor. “O cientista de dados consegue transformar esses dados em informações relevantes para que as empresas possam se manter no mercado e aumentar a lucratividade”.

A saúde continua em alta. Com a pandemia, muitas pessoas deixaram de procurar atendimento médico para problemas de saúde não relacionados à Covid-19. Essa demanda reprimida vai aparecer no pós-pandemia.

Vocação

Aluno do segundo período do curso de Ciência de Dados, Ewerton Júnior, 18, contou que queria fazer Medicina, mas um teste vocacional acabou mostrando que o caminho dele seria voltado para a tecnologia.

Ao pesquisar sobre o curso, viu muita gente recomendando o curso, muitas vagas, bons salários e resolveu ingressar na área. Logo no primeiro período, conseguiu uma vaga de estágio na Faesa, onde também faz a graduação. “Gosto muito do que faço, tenho aprendido muito e a área é promissora”.


As profissões que vão estar em alta


Até o nível médio

1 Operador logístico

  • O Espírito Santo vem se destacando como polo logístico, atraindo diversas empresas e com novos portos em construção. Além disso, a cadeia logística no Estado teve aumento da demanda com o crescimento das vendas online e entregas por aplicativos, abrindo novas oportunidades.

2 Pedreiro

  • É um profissional que detém conhecimento prático. Com o aquecimento da construção civil e o avanço da vacinação contra Covid-19 no Estado, tende a ser ainda mais requisitado. A disputa pelo profissional eleva os salários.

3 Marceneiro

  • No Estado, já há dificuldade para a contratação desse tipo de profissional, pois a maioria está com a agenda cheia, principalmente à demanda por serviços de reforma.

4 Operador de máquinas

  • Aqueles que sabem operar máquinas, principalmente operadores mais especializados, serão demandados à medida em que houver aquecimento da indústria.

Técnicos

5 Mestre de obras

  • Trata-se de um profissional que tem domínio na prática, que cresceu na obra, e entende de tudo, tem alto nível de conhecimento de estrutura e alvenaria, por exemplo.

6 Técnico em Audiovisual

  • O Funcionamento de empresas e escolas de forma digital foi intensificado durante a pandemia e este é um caminho sem volta. Essa mudança fez aumentar a procura por técnicos em audiovisual.

7 Técnico em RH

  • O setor de gestão de pessoas está se adaptando a mudanças constantes. Esses profissionais têm alta demanda com a necessidade de otimizar os processos seletivos e de relação com colaboradores e candidatos.

8 Técnico em Segurança do Trabalho

  • A pandemia aumentou a preocupação de empresas com a preservação da saúde dos colaboradores, o que elevou a procura de técnicos de segurança do trabalho. Além disso veio a necessidade da criação de novos protocolos de segurança.

9 Técnico em Enfermagem

  • o fortalecimento dos serviços de saúde será um dos principais legados da pandemia, tanto na área preventiva como corretiva. Outras pandemias podem surgir e a saúde nunca foi tão valorizada.

10 Técnico em Logística

  • O profissional faz um trabalho integrado com outros setores e fornece para os gestores informações para otimizar processos, reduzir custos, mantendo a qualidade do serviço, por exemplo. O Espírito Santo tem vocação logística e vem se desenvolvendo no segmento.

11 Técnico em Mecânica

  • Faz manutenção preventiva e corretiva das máquinas industriais. Ele é requisitado em todos os tipos de indústria, independente do segmento e do porte.

12 Eletrotécnica  

  • o técnico dessa área cuida das instalações elétricas das indústrias, incluindo alimentação elétrica de todos os componentes da linha produtiva. Na medida em que a indústria for aquecendo, será mais requisitado.

13 Eletromecânica  

  • O profissional é responsável pela manutenção de todos os componentes eletrônicos da linha de produção, assim como programação de máquinas e painéis de controle. À medida em que a indústria for aquecendo, a procura por eles vai aumentando.

14 Técnico em Automação  

  • É o profissional capaz de automatizar processos, entre outras atividades. A procura cresce com o aquecimento industrial.

15 Técnico em Internet das Coisas

  • é o profissional responsável por permitir a conexão de objetos à rede e o profissional capacitado para isso está em falta no mercado. Além disso, a chegada do 5G tende a potencializar esse mercado no Brasil.

16 Técnico em Mecatrônica

  • Profissional transversal necessário em qualquer indústria que use máquina controlada por programação.

17 Técnico em Redes

  • Com mais empresas migrando para o ambiente virtual e a carência desses profissionais no mercado, os salários tendem a melhorar ainda mais.

18 Desenvolvimento de Sistemas

  • No Brasil há uma carência de profissionais da área, que eleva a disputa no mercado e também os salários, potencializado pelo aumento da concorrência global.

19 Técnico em Informática para Internet

  • Com mais empresas migrando para o ambiente virtual e a carência desses profissionais no mercado, os salários tendem a melhorar mais.
Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS