X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pix de até 2 mil para 29 mil caminhoneiros e taxistas

Só os transportadores de cargas cadastrados na ANTT têm direito a auxílio do governo, que vai fazer levantamento de táxis nas prefeituras

Greg Poloni, do jornal A Tribuna | 21/07/2022 17:25 h

Caixa Tem, aplicativo que será usado para efetuar o pagamento aos motoristas beneficiados pelo governo federal
Caixa Tem, aplicativo que será usado para efetuar o pagamento aos motoristas beneficiados pelo governo federal |  Foto: WILLIAN MOREIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
 

Com a aprovação da PEC dos auxílios e a promulgação da emenda constitucional, cerca de 29 mil caminhoneiros e taxistas do Estado terão direito a uma remuneração mensal até o fim do ano.

Os caminhoneiros vão receber um vale de R$ 1.000 até dezembro, com a previsão de que os dois primeiros sejam pagos juntos, totalizando R$ 2 mil. Já para os taxistas ainda não foi definido o valor pelo governo federal.

O governo estipulou um pagamento mensal entre R$ 200 e R$ 300 levando em consideração esse número total, mas agora o Ministério da Cidadania acredita que uma parte desses taxistas não atua mais na área, e que o número real de quem poderá ser beneficiado pelo programa seja menor.

O Ministério fará um levantamento junto aos municípios, que são responsáveis pelas licenças para a categoria, e depois definirá o número exato que será contemplado. Estima-se que o pagamento possa chegar a R$ 1.000 dependendo do número final de beneficiados.

Os caminhoneiros que desejam receber o auxílio precisavam estar cadastrados no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC) ligado à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), até 31 maio de 2022. De acordo com a ANTT, há 872.320 cadastros no órgão até essa data.

De acordo com a Federação Nacional dos Taxistas (Fencavir), existem cerca de 300 mil veículos registrados e 600 mil motoristas de táxi no Brasil.

O benefício é exclusivo para transportadores autônomos, independentemente do número de veículos que possuam. Quem se inscreveu depois do dia 31 de maio não irá  receber o vale.

Como o pagamento será dividido em seis parcelas e tem prazo para acabar em dezembro, o primeiro depósito deve ser feito no valor de R$ 2.000, contemplando duas parcelas em uma, para manter o cronograma, de acordo com o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro no Telegram. 

Ele afirma que os valores serão depositados na primeira quinzena de agosto. Os benefícios deverão ser depositados em conta poupança social por meio do aplicativo Caixa Tem, o mesmo usado para receber as parcelas do auxílio emergencial.

Taxistas

Já o vale-taxista não tem definição ainda de como vai ocorrer, mas a previsão inicial é a mesma do vale-caminhoneiros, para a primeira quinzena do mês que vem.

Tanto o vale-caminhoneiro quanto o vale-taxista dependem da regulamentação do Ministério do Trabalho para entrar em vigor.

SAIBA MAIS

Duas parcelas pagas de uma só vez

Quem tem direito ao benefício dos caminhoneiros

- O vale-caminhoneiro vai pagar R$ 1.000 até dezembro para os profissionais cadastrados como Transportador Autônomo de Carga (TAC), sendo que as duas primeiras serão pagas juntas, totalizando R$ 2 mil, de acordo com  declaração dada pelo Presidente.

Caminhões: auxílio a autônomos
Caminhões: auxílio a autônomos |  Foto: Divulgação
  

- Para isso é preciso que os caminhoneiros tenham atualizado o cadastro junto ao Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Carga (RNTRC) ligado à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) até o dia 31 de maio.

- Aqueles que fizeram o cadastro depois dessa data não receberão o auxílio.

- Os benefícios deverão ser depositados em conta poupança social por meio do aplicativo Caixa Tem, com previsão para iniciar na primeira quinzena de agosto.

- Ao todo, cerca de 872.320 profissionais poderão ser contemplados com as seis parcelas do auxílio.

Quem vai ter direito aos benefícios dos taxistas

- Os taxista foram outra categoria contemplada pela PEC dos Benefícios e que também receberão um auxílio até o fim do ano.

- De acordo com a Federação Nacional dos Taxistas (Fencavir), são  cerca de 300 mil veículos registrados e 600 mil motoristas de táxi no País.

- O governo estipulou que esse total é o teto do benefício, e que inicialmente seria pago de R$ 200 a R$ 300.

- Mas o Ministério do Trabalho vai fazer um levantamento junto às prefeituras para saber o total exato de motoristas com licença em dia e ativa, para só depois definir o número real de beneficiados e o valor a ser pago, que pode chegar a até  R$ 1.000 por parcela.

- Os pagamentos devem ser realizados da mesma forma que o vale-caminhoneiro.

- O Presidente afirmou que os depósitos serão feitos também no início de agosto.

Fonte:  Pesquisa AT.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS