X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Petrobras perde píer no Porto de Tubarão e 100 vão ser demitidos

| 17/10/2020 11:49 h

Porto de Tubarão
Porto de Tubarão |  Foto: Marcelo Andrade
A Petrobras vai perder o píer de barcaças no Porto de Tubarão, em Vitória. O terminal é utilizado para abastecer navios atracados nos portos de Vitória e é operado pela Transpetro, subsidiária da estatal. Pelo menos 100 trabalhadores terceirizados serão demitidos.

A mudança é um pedido da Vale, proprietária do píer e que arrenda o local à estatal desde 1996. A empresa alegou questões operacionais para tomar a decisão e disse que havia dado, em 2019, prazo de um ano para a Petrobras buscar alternativas.

O diretor do Sindicato dos Petroleiros do Espírito Santo (Sindipetro-ES), Valnisio Hoffmann, lamentou a decisão.

“Será terrível, porque a tendência é que navios passem a abastecer no Rio de Janeiro, o que prejudicaria a logística e poderia causar um prejuízo ao Estado de R$ 45 milhões no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS)”.

Um empresário do setor portuário, que não quis se identificar, descreveu a situação como devastadora, e relatou que 60% do seu faturamento está ligado ao abastecimento de navios, o que resultará em demissões.

Em nota, a Secretaria de Desenvolvimento do Estado (Sedes), disse que está em contato com as empresas para viabilizar a manutenção dos empregos.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS