X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Motoristas de aplicativo e empregados não vão receber auxílio combustível

Apesar dos projetos que apontavam para a criação de um benefício para a categoria, nenhum dos textos avançou.

Greg Poloni, do jornal A Tribuna | 21/07/2022 17:16 h

Ao contrário do que foi especulado por alguns deputados durante as votações do Projeto de Emenda Parlamentar (PEC) dos Benefícios, os motoristas de aplicativo, como os de Uber,  acabaram ficando de fora
Ao contrário do que foi especulado por alguns deputados durante as votações do Projeto de Emenda Parlamentar (PEC) dos Benefícios, os motoristas de aplicativo, como os de Uber, acabaram ficando de fora |  Foto: A Tribuna
 

Ao contrário do que foi especulado por alguns deputados durante as votações do Projeto de Emenda Parlamentar (PEC) dos Benefícios, os motoristas de aplicativo, como os de Uber,  acabaram ficando de fora e não foram incluídos no orçamento dos auxílios.

Apesar dos projetos que apontavam para a criação de um benefício para a categoria, nenhum dos textos avançou, já que aliados do governo federal decidiram deixar o trecho que tratava disso de fora do texto final.

Auxílio

Na semana em que a PEC tramitou na Câmara, alguns motoristas de aplicativo chegaram a se pronunciar, como o presidente da Associação dos Motoristas de Aplicativo de São Paulo (Amasp), Eduardo Lima, que afirmou  que os motoristas aceitavam receber somente R$ 200 como auxílio. 

Ele disse que esperava que o valor fosse igual ao vale-caminhoneiro, de R$ 1.000, mas que isso seria impossível no momento e que por isso  esperavam apenas incluir os motoristas de aplicativo junto aos de táxi na emenda.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS