X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Economia

Moeda digital já vale toda a prata do mundo

Bitcoin alcançou total de R$ 6,6 trilhões, mesmo valor do metal nobre negociado em todo o planeta, graças a políticas de regulação



Imagem ilustrativa da imagem Moeda digital já vale toda a prata do mundo
Imagem criada por Inteligência Artificial ilustra valorização do bitcoin |  Foto: Bing

A moeda digital mais famosa, o Bitcoin, segue atingindo novos patamares, com sua capitalização de mercado chegando a US$ 1,35 trilhão (R$ 6,6 trilhões), praticamente o valor de toda a prata negociada no planeta.

O bitcoin atingiu US$ 69.045 (R$ 340.743) na terça-feira, um aumento de mais de 3% em relação ao dia anterior, quebrando o recorde de US$ 68.990 (R$ 340.472) estabelecido em novembro de 2021, de acordo com a empresa de pesquisas CoinDesk.

Os preços caíram depois disso devido à realização de lucros, antes de se recuperarem um pouco novamente, oscilando em torno de US$ 66 mil (R$ 325.716) na quarta-feira em Nova Iorque.

O consultor financeiro Leonardo Rodan explica que o aumento foi impulsionado por vários fatores, como a aprovação de fundos negociados em bolsa (ETFs) de bitcoin, que facilitou o acesso ao investimento para uma gama mais ampla de investidores, incluindo institucionais, o que aumentou a demanda pela criptomoeda.

“Além disso, políticas regulatórias mais claras, como a distinção entre criptomoedas e títulos por parte da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC), aumentaram a confiança no mercado. Outro fator foi o reconhecimento crescente do bitcoin como uma reserva de valor, especialmente em meio à incerteza econômica global”.

Além disso, segundo o CEO da Elleven Capital, Eduardo Bento, o fato de o bitcoin possuir uma quantidade limite de 21 milhões ao máximo (ou seja, há uma escassez desse ativo) fez com que muitos apostassem nele como alternativa a moedas que sofrem pela inflação, por exemplo.

Embora a valorização da moeda digital estimule os investimentos, é preciso ter precaução, principal mente para aqueles que são nova tos no mercado dos criptoativos.

O economista Heldo Siqueira Júnior salienta que o mercado dos ativos de criptomoeda é muito volátil.

“É difícil indicar um momento para investir. O ideal seria ter investido quando houve o início do movimento de alta. Mesmo assim, é difícil saber até quando irá esse movimento ou mesmo se o mercado permanecerá nesta trajetória”, alertou.

- Na noite de ontem (07) o bitcoin valia R$ 330 mil 

- Na terça- feira (05), ele chegou a valer R$ 340 mil

Saiba mais

Investimento é volátil e de altíssimo risco

- Ouro digital

Movimentos recentes da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) contribuíram para o aumento dramático do bitcoin. A SEC procurou traçar uma linha firme entre os mais de 20 mil tipos de criptomoedas e títulos tradicionais, processando as bolsas Coinbase Global e Binance por violarem as leis de valores mobiliários em junho de 2023.

Ao mesmo tempo, o presidente da SEC, Gary Gensler, disse repetidamente que o bitcoin não é um título. A Comissão de Negociação de Futuros de Commodities dos Estados Unidos já trata o bitcoin como uma mercadoria semelhante ao ouro.

Na avaliação do ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Lawrence Summers, em maio de 2021, as criptomoedas oferecem uma alternativa para aqueles que buscam ativos “separados e distantes do funcionamento diário dos governos” e que a criptografia veio para ficar, e provavelmente veio para permanecer como uma espécie de ouro digital.

- Cautela

O mercado de criptomoedas tende a ser volátil pois são ativos sem contrapartida no mundo real. Assim, sempre estão sujeitas a grandes variações positivas ou negativas.

Mesmo assim o ideal é sempre investir, nesse ou em outros ativos, com a ajuda de um especialista que avalie a intenção do investidor.

Segundo o economista Ricardo Paixão, a moeda digital sofre fortes oscilações, ou seja, ao mesmo tempo em que se tem ganho significativo, pode-se ter grande perda.

Ele recomenda muita cautela, que as pessoas busquem especialistas para investir e que nunca coloquem 100% da sua poupança nesse tipo de aplicação, até porque é uma aplicação de alto risco.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: