X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Economia

Mais famílias reformam a casa durante a pandemia


Imagem ilustrativa da imagem Mais famílias reformam a casa durante a pandemia
|  Foto: Fábio Nunes/AT

Difícil encontrar quem não teve vontade de mudar pelo menos um cômodo da casa durante o período de isolamento social. Empresários do ramo de materiais de construção, inclusive, relatam que a venda de determinados produtos cresceu porque mais famílias estão reformando.

Breno Bremenkamp, diretor executivo da Casa do Serralheiro, destacou que a construção civil, em geral, está em alta, e que as famílias estão construindo puxadinhos, fazendo mais ampliações, e reformas em geral.

“Estão realmente investindo mais no lar. Com isso, temos vendido muitos produtos para telhados, fachadas e cercamentos.”

Argamassas e rejuntes também tiveram aumento na procura, segundo o diretor comercial da Quartzomassa, José Carlos Zanandréa. Passando mais tempo em casa, os moradores também começaram a dar mais atenção aos detalhes, como a parede manchada que necessita de pintura, ou a torneira que não funciona bem.

Como consequência, os matérias de acabamento, como louças, torneiras e tintas também têm tido grande procura. O mesmo ocorre com assentos sanitários e chuveiros, conforme o gerente comercial da Emídio Pais, Angelo Pais.

A busca por pisos mais modernos e mais fáceis de limpar também cresceu. Segundo o gerente da Prime Pisos, Henrique Cidreira, os mais procurados são os pisos laminados, que podem ser instalados em dois ou três dias, sem muita sujeira, e tem preço atrativo.

Mas são os pequenos reparos que mais se sobressaem, e tornam-se fonte de distração para muitas famílias que aderiram à moda do “faça você mesmo”.

É o caso do casal Jaqueline e Ramon Gouvêa, que, com a ajuda da filha Clarisse, de 8 anos, tem aproveitado o tempo livre para remodelar a casa. “É uma forma de a gente se distrair e adaptar o espaço gastando menos”, contou Jaqueline.

Juntos, pintaram cômodos, adaptaram a parede do quarto do casal para criar uma cabeceira para a cama, entre outros ajustes.

Diretora da Leroy Merlin no Estado, Neusa Alves, destacou que varandas e jardins também estão na mira de quem planeja uma reforma. “Como as pessoas estão saindo menos, estão melhorando espaços utilizados para o lazer.”

Vale a pena, diz especialista

Modificar a casa é algo que pode ser feito até mesmo com a reorganização dos móveis ou troca de decoração. Mas nem sempre isso basta. E quando obras são necessárias, é preciso ter alguns cuidados.

“Quebrar paredes e pisos são atividades restritas em alguns condomínios, mas são modificações que são possíveis de serem rápidas e organizadas, com a contratação de um profissional da área”, destacou a arquiteta Luiza de Castro.

A arquiteta Juliana Mattos destacou que, em se tratando de casas, e se houver condições financeiras, vale a pena quebrar parede e fazer uma obra mas ampla, mas se o morador deseja reformas mais simples, também há alternativas.

“Pintar o cômodo ou aplicar papel de parede, e trocar a temperatura de cor das lâmpadas são algumas dicas.”


Saiba mais


Imagem ilustrativa da imagem Mais famílias reformam a casa durante a pandemia
Loja de material de construção |  Foto: Divulgação

Ofertas

Agrizzi

  • Tinta balde cOM 18 lITROS: a partir de R$ 59.
  • Revestimento cerâmico extra: a partir de R$ 18,70.
  • Kit Armário para banheiro com espelho: a partir de R$ 223.

Brasmetal

  • Até 20 de agosto, ao alugar uma máquina, a segunda sai com 50% de desconto.
  • Martelo rompedor de 10 kg:
  • R$ 85 ( diária).
  • Betoneira 400 L: R$ 250 (por mês).
  • Lixadeira vertical de 7”: R$ 20 (diária).

Bremenkamp

  • Armário de Banheiro com espelho: R$ 119,90.
  • Torneira Gourmet: R$ 89,90.
  • Porcelanato Polido 70x70: R$ 35,90.

Casa do Serralheiro

  • Telha termoacústica: R$ 39,90.
  • Chapa de ACM :R$ 64,90 o m.
  • Gradil 1,03x2,50: R$ 169,90.

Eletroarte

  • Tomada Tramontina: R$ 6,99.
  • Painel de LED 18w: R$ 16,99.
  • lâmpada de 6w e 9w: R$ 8,99.

Leroy Merlin

  • Cavalete aço até 60 kg: R$ 149,90.
  • Painel de Madeira de Pinus 1,7cm Natural 0,30x1,20m: R$ 45,90.
  • Estante de madeira PINUS 93x60x32cm: R$ 79,90.

Prime Pisos

  • Piso vinílico:a partir de R$ 59,90 o m.
  • Piso laminado: R$ 45,90 o m.
  • Toda linha de revestimento em 10 vezes.

Dicas

  • Se mora em condomínio, verifique as regras antes de iniciar reforma.
  • A depender da obra, é necessária a intervenção de um profissional.

Fonte: Empresas citadas e Sipces.


Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: