Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Mais de 2 milhões de capixabas vão fazer compras na Black Friday

Pesquisas apontam que 80% da população vão aproveitar a data, amanhã. No Estado, 900 mil admitem se endividar para isso

Aguinor Malaphaia, do jornal A Tribuna | 25/11/2021 17:00 h

Marília pesquisa preços em sites e vai comprar roupa para o marido e uma geladeira: “Vou dividir no cartão”
Marília pesquisa preços em sites e vai comprar roupa para o marido e uma geladeira: “Vou dividir no cartão” |  Foto: Acervo pessoal
 

Mais de 2 milhões de consumidores do Estado vão fazer compras na Black Friday, nesta sexta-feira (26), quando ocorre a data marcada por liquidações. 

O dado é fruto de  pesquisa da Superdigital, fintech do Grupo Santander, que aponta que 80% da população vão aproveitar as promoções. Considerando que a população economicamente ativa do Estado é de 3 milhões, cerca de 2,4 milhões farão compras nesta sexta.  

Outra pesquisa, esta  do Instituto Locomotiva a pedido da Fiserv, empresa de pagamentos e tecnologia de serviços financeiros, aponta que um terço dos consumidores vai fazer compras mesmo que se endivide para isso, ou seja,  900 mil vão se endividar para aproveitar as promoções. 

A analista administrativo Marília Machado Fraga, 47 anos, é uma das consumidoras que  aguarda a data. Ela vai comprar uma peça de roupa para o marido e uma geladeira. “Vou apertar meu orçamento, dividir no cartão, virar o ano com dívida, mas vou realizar esse sonho”, afirmou. 

A Federação do Comércio do Espírito Santo (Fecomércio-ES) afirma que  eletrônicos, móveis e eletrodomésticos, celulares e utilidades domésticas devem ser os campeões de vendas. Mas, de forma geral, todos os segmentos acabam sendo influenciados.

A data, segundo o presidente da Fecomércio-ES, José Lino Sepulcri, é a quinta melhor para as vendas do varejo e deve movimentar cerca de R$ 90 milhões este ano.  “Isso representará uma alta entre 3% e 4% no faturamento, em relação a 2020. Mas, descontada a inflação, esse volume deve representar um recuo de 6% a 7%”, disse. 

O superintendente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Vitória (CDL-Vitória), Wagner Corrêa, explica que essa é uma data estratégica e que amanhã as vendas devem aumentar de 30% a 35% em relação aos dias anteriores. 

“Esse número é baseado em uma pesquisa da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), que apontou que 58% dos consumidores brasileiros vão aproveitar a Black Friday e 38% desse total vão adiantar as compras para o Natal”, explicou. 

Corrêa afirma que se, de fato, o comportamento do consumidor se concretizar conforme a pesquisa da CNDL, o comércio capixaba deve ter melhora de  40%.


Saiba mais


Perfil dos consumidores

  • Pesquisa realizada pelo Instituto Locomotiva a pedido da Fiserv apontou que 44% dos brasileiros fazem buscas e compras online durante a Black Friday.
  • 30% procuram informações e promoções online, mas compram em lojas físicas.
  • 11% procuram informações em lojas físicas.
  • 10% pesquisam e compram em lojas físicas.

Pagamentos

  • O Pix é o meio de pagamento que mais deve ser utilizado, apontado por 49% das pessoas que pretendem fazer compras.
  • Logo atrás vem o cartão de crédito tradicional (44%).
  • Em seguida,  vem cartão de crédito em sites (41%).
  • Dinheiro em espécie representa 26% das compras e cartão virtual 23%. 

Produtos

  • No Brasil, a projeção é que o segmento de roupas seja o mais procurado na Black Friday (46%), seguido de eletrônicos (44%), calçados (37%) e celulares (34%).
  • Historicamente, roupas e eletrônicos estão empatados como os produtos mais comprados, mas a pandemia ampliou a busca de itens eletrônicos já em 2020.

Números

  • A data pode movimentar R$ 3,93 bilhões, o maior patamar nominal de vendas (sem levar em conta a inflação) desde que o evento foi incorporado ao varejo nacional, em 2010.

Fonte: Valor Econômico e portal O Globo.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS