X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Dinheiro em conta poupança digital para 400 mil a partir da 2ª

| 09/06/2020 08:00 h | Atualizado em 14/06/2020, 13:17

Aplicativo da Caixa: quem teve o pedido negado pode requerer novamente o benefício, com um novo cadastro
Aplicativo da Caixa: quem teve o pedido negado pode requerer novamente o benefício, com um novo cadastro |  Foto: Willian Moreira / Agência Estado
*Atenção! O governo adiou a liberação do pagamento do FGTS. Leia a matéria no link ao final desta reportagem.

A partir da próxima segunda-feira, os cerca de 400 mil trabalhadores do Estado que tiveram conta digital aberta pela Caixa Econômica, para receber o auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 1.200, vão receber nessas contas um depósito de até R$ 1.045 do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).

A Caixa vai detalhar nesta semana como será o calendário de pagamentos do chamado saque emergencial, mas já se sabe que o banco vai, inicialmente, liberar o valor nas contas sociais, que dão o direito de, por meio do aplicativo de celular Caixa Tem, pagar contas e fazer compras de forma remota.

São 10 milhões de maquininhas aptas a aceitar o pagamento em todo o País, segundo o banco. Para utilizar o dinheiro, o primeiro passo é atualizar o aplicativo Caixa Tem. Depois, entrar no app e acessar o ícone Cartão de Débito Virtual. Ele é o último da tela inicial.

Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do aplicativo. Em seguida, irão aparecer os seguintes dados: nome, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em “gerar”. O código de segurança vale para uma compra ou por alguns minutos. Para realizar uma nova compra é preciso gerar um novo código.

O saque do dinheiro em espécie só será permitido depois de alguns dias. A divisão desse recebimento será definida em um calendário escalonado de acordo com o mês de nascimento do trabalhador, a ser apresentado nesta semana.

O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, disse que a medida visa evitar a formação de filas e aglomerações nas agências bancárias.

Os saques do FGTS devem coincidir com a terceira parcela do auxílio emergencial. E a Caixa não quer que esses dois públicos se dirijam aos bancos de uma única vez, para que esses pagamentos não ocorram de forma tumultuada, como aconteceu no início dos saques dos R$ 600.

“O FGTS tem o mesmo racional (do saque do auxílio emergencial). Faremos o depósito e o saque acontecerá alguns dias depois. E isso vai permitir com que haja uma minimização das filas”, adiantou Pedro Guimarães.
Os pagamentos vão começar no próximo dia 15 e poderão ser realizados até 31 de dezembro.

Cerca de 60 milhões de trabalhadores poderão sacar os recursos que mantêm nas contas ativas ou inativas do FGTS, no limite de R$ 1.045 por trabalhador. A expectativa do governo é que a medida injete até R$ 36 bilhões na economia brasileira.

Compras e pagamentos pelo aplicativo

Quem tem direito

  • Todos os trabalhadores que têm contas no FGTS, ativas ou inativas, vão poder sacar um total de R$ 1.045 do saldo que possuem, valor equivalente a um salário mínimo.
  • Os valores ficarão disponíveis a partir de segunda-feira até o dia 31 de dezembro deste ano.

A liberação

  • O banco vai, inicialmente, liberar o valor nas contas digitais criadas para cerca de 400 mil no Estado para receber o auxílio emergencial de R$ 600 e R$ 1.200. Esse dinheiro não poderá ser sacado imediatamente.
  • Seguindo o modelo adotado pelo auxílio emergencial, os trabalhadores vão receber o crédito em conta e terão de esperar alguns dias para sacar os recursos em espécie.
  • O calendário de pagamento do FGTS será ordenado por mês de nascimento. A Caixa Econômica anuncia o calendário nesta semana.
  • A movimentação do valor nas contas digitais, contudo, pode ser realizada pelo aplicativo de celular Caixa Tem. É possível pagar contas e fazer compras de forma remota.
  • São 10 milhões de maquininhas aptas a aceitar o pagamento em todo o País, segundo o banco.
  • Para utilizar o dinheiro, o primeiro passo é atualizar o aplicativo Caixa Tem. Depois, entrar no app e acessar o ícone Cartão de Débito Virtual. Ele é o último da tela inicial.
  • Feito isso, o usuário deverá digitar a senha do aplicativo. Em seguida, irão aparecer os seguintes dados: nome, número e validade do cartão, além do código de segurança. Ao lado do código, é preciso clicar em “gerar”.
  • Para quem tem mais de uma conta no FGTS, a retirada vai começar pelas contas vinculadas a contratos de trabalho já extintos (ou seja, a trabalhos anteriores), começando pela conta que tiver o menor saldo.
  • Depois, as demais contas vinculadas, começando também pela que tiver menor saldo. O objetivo é evitar que o trabalhador retire valores de sua conta do FGTS vinculada ao emprego atual, onde continua recebendo depósitos mensais.
  • A Caixa vai permitir crédito automático dos R$ 1.045 para quem tem conta no banco ou crédito em conta bancária em outras instituições financeiras, para aqueles que desejarem

Fonte: Agência O Globo e Correio Braziliense.

Governo libera calendário, mas adia início de novos saques do FGTS

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS