X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Cem novas vagas por dia e desemprego cai no Espírito Santo

Índice de 9,3% no País é o menor desde 2015, puxado pelo setor de serviços. No Estado, o saldo médio é de100 postos criados por dia

Matheus Souza | 30/07/2022 16:09 h

Carteira de trabalho: Vitória está na liderança entre as cidades com mais empregos, seguida por Vila Velha
Carteira de trabalho: Vitória está na liderança entre as cidades com mais empregos, seguida por Vila Velha |  Foto: Divulgação
 

O Estado criou, êm junho, 2.947 vagas de emprego com carteira assinada, o que significa quase 100 contratações por dia.

Além disso, nacionalmente, a taxa de desemprego do mesmo mês foi a menor para o período desde 2015.  Esses são alguns dos dados divulgados por levantamentos do  Ministério do Trabalho e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A pesquisa do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) mostrou que o setor de serviços foi o responsável por impulsionar as contratações formais nas empresas. Ele foi responsável por 53% das contratações do primeiro semestre no Estado.

No mesmo período, foram criados 32 mil empregos, o que representa um aumento de 7%  em relação ao ano passado. No mês de Junho, foram 39.028 admissões contra 36.081 demissões, o que resultou num saldo de contratações de 2.947 para o período.

Já a taxa de desemprego voltou a recuar e já se destacou dentro do seu recorte de análise. Segundo o IBGE,  a taxa de desemprego do trimestre  ficou em 9,3% no trimestre encerrado em junho, o menor índice desde 2015, quando a taxa foi de 8,4%.

Para os especialistas, esses dados demonstram uma tendência de aquecimento do mercado de trabalho neste ano e, segundo especialistas, a tendência é que o movimento de queda do desemprego continue.

O presidente do Conselho de Relações do Trabalho (Consurt) da Federação das Indústrias do Estado (Findes), Fernando Otávio Campos, destaca que esses números podem melhorar ainda mais até o final do ano.

“Apesar da insegurança política, o setor econômico continua crescendo. Isso é muito bom porque são empregos que duram pelo menos um ano. Os setores que pagam melhor voltaram a empregar mais fortemente”.

Os dados do IBGE apontam para a expansão em diferentes setores da economia, com destaque para o comércio (3,4%), a indústria (2,7%) e a administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (4,5%).

Para o diretor da Federação do Comércio do Estado (Fecomércio-ES), José Carlos Bergamin,  os empregos que estão sendo recuperados são de antes da pandemia. “O Brasil está na metade do ano e está prestes a bater as metas que tinha para o ano todo”.

SAIBA MAIS

  • Ranking por setor 

1ºServiços : 2.470 vagas criadas

2ºComércio: 1.001 vagas criadas

3ºIndústria: 457 empregos criados

4ºConstrução civil: 202 empregos abertos

5ºAgropecuária: -1.183 vagas fechadas

Total: 2.947 vagas criadas em Junho no Espírito Santo

  • Empregos no Estado em Junho

Admissões: +39.028

Demissões: - 36.081

Saldo:  +2.947

Acumulado (Jan. a Jun.): 32.482

  • Histórico de Saldo do ano

O saldo entre admissões e  demissões no Estado

Janeiro/22:  +3.645 

Fevereiro/22: +6.956

Março/22: +1.953

Abril/22: +5.041

Maio/22: +11.940

Junho/22: +2.947

  • Cidades com mais emprego em 2022

1º Vitória: 4.273  vagas criadas

2º Vila velha: 3.257

3º Aracruz: 2.521

4º Serra: 2.401

5º Linhares: 2.173

  •  Cidades com  saldo negativo

1º Presidente Kennedy: -386

2º Santa Maria de Jetibá: -53

3º São José do Calçado: -48

4º Conceição do Castelo: -46

5º Ecoporanga: -45

6º Venda Nova do Imigrante: -43

  • Brasil

277.944 empregos formais abertos em junho.

Setor de serviços foi o campeão em contratações: 124.534.

Fonte: Ministério do Trabalho.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS