Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Bolsa desaba e dólar dispara após anulação de condenação de Lula

| 08/03/2021 23:17 h | Atualizado em 08/03/2021, 23:32

A bolsa operou em forte queda nesta segunda-feira (8), após o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin anular todas as condenações impostas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no âmbito da operação Lava Jato. Com a decisão, que ainda será avaliada pelo plenário do Supremo, Lula volta a ser elegível.

O Ibovespa, principal indicador da Bolsa de Valores brasileira, tombou 3,98%, a 110.611,58 pontos. A Bolsa paulista já operava em queda desde a abertura, em meio a movimentos de venda de ações para embolsar lucros e um quadro ainda preocupante sobre a Covid-19 no País.

O dólar também sofreu impactos pela decisão a favor do ex-presidente Lula. A cotação da moeda americana fechou em alta de 1,67%, a R$ 5,778 na venda. É o maior valor de fechamento desde 15 de maio do ano passado (R$ 5,839). A moeda já operava em alta ao longo do dia, mas passou a subir ainda mais após a decisão de Fachin.

Ao conceder o habeas corpus a Lula, Fachin declarou que a 13ª Vara Federal de Curitiba, origem da Lava Jato, não tem competência para julgar os processos do tríplex de Guarujá (SP), do sítio de Atibaia (SP), e os dois relacionados ao Instituto Lula, uma vez que os casos não se limitam apenas aos desvios ocorridos na Petrobras, mas também a outros órgãos da administração pública.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS