X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Banestes lança plano de demissão voluntária para até 100 funcionários

| 07/02/2020 20:15 h

O Banestes vai lançar, a partir da próxima segunda-feira (10), um Plano de Demissão Voluntária (PDV) e pretende alcançar até 100 profissionais de qualquer área da instituição financeira.

O PDV é, resumidamente, um acordo entre funcionário e empresa para que seja realizada uma "demissão espontânea". O prazo para adesão de voluntários do Banestes vai até o dia 6 de março deste ano.

Para os funcionários que aderirem ao PDV será feito o pagamento de verbas rescisórias previstas na legislação trabalhista de acordo com a data de desligamento, como saldo de salário, 13º proporcional e férias (proporcionais e vencidas).

Imagem ilustrativa da imagem Banestes lança plano de demissão voluntária para até 100 funcionários
Além disso, o Banestes informou que será paga uma indenização, a título de Incentivo ao Desligamento, no valor correspondente a 10 rendas mensais do colaborador, e também haverá dispensa do cumprimento do aviso prévio.

Este é o segundo PDV realizado pelo banco em menos de seis meses, tendo em conta que em setembro de 2019 a empresa realizou um visando os setores de call center, manutenção de caixas eletrônicos e monitoramento de vídeo das agências.

Apesar de na última ocasião ter divulgado que previa gastar R$ 7 milhões em benefícios, desta vez o Banestes não divulgou valores, destacando que a informação quanto aos gastos com o PDV é estratégica.

Há de se considerar, entretanto, que na última ocasião o número de adesões previstas era de 45, ou seja, menos da metade do número estimado atual, de 100 funcionários, o que pode indicar um gasto maior nesta ocasião.

O Banestes possui, atualmente, 2,2 mil profissionais. De acordo com informações da empresa, o PDV não indica que agências serão fechadas. Duas unidades, inclusive, serão abertas neste semestre.

Segundo a assessoria do banco, será aberta a Agência de Governo, que funcionará no prédio da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), na Enseada do Suá, e a Empresarial Linhares, no segundo piso da agência Linhares.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS