search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Duas pessoas morrem após apagão na Santa Casa de Cachoeiro

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Duas pessoas morrem após apagão na Santa Casa de Cachoeiro


A Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, referência na região no tratamento de coronavírus, confirmou duas mortes na quarta-feira (27) após blecaute que deixou a instituição sem energia por mais de três horas.

De acordo com a instituição, as duas mortes não tem ligação com a falta de energia. A assessoria de imprensa do hospital afirmou que os óbitos ocorreram quando a energia já estava estabelecida. Ressaltou que as vítimas eram pacientes com coronavírus em estado grave.

A energia caiu por volta de 13h50 e só foi restabelecida por volta de 17 horas. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde do Espírito Santo (Sindsaúde), funcionários precisaram fazer ventilação manual nos pacientes, uma vez que os equipamentos pararam de funcionar.

ADe acordo com a instituição, as duas mortes não tem ligação com a falta de energia.   (Foto: Alessandro de Paula)
ADe acordo com a instituição, as duas mortes não tem ligação com a falta de energia. (Foto: Alessandro de Paula)

O hospital tem 15 leitos de enfermaria e 25 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) com pacientes internados com Covid-19.

Ontem, a Santa Casa publicou boletim informando quatro óbitos, mas não esclareceu se entre elas estão incluídas as duas mortes do dia anterior.

Com relação ao blecaute de quarta, a Santa Casa explicou em nota que após queda de energia, o gerador chegou a ser acionado, mas o painel de controle não seguiu os comandos automáticos do equipamento.

Ainda, segundo o hospital, técnicos da empresa responsável pela manutenção do aparelho estão no hospital e fazem testes para apurar os motivos e certificar que tal evento não mais ocorra na Unidade.

Na nota, a Santa Casa destacou ainda que fez todos os esforços para que não houvesse comprometimento nos seus tratamentos e que três pacientes foram transferidos para outro hospital da região.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados