search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Duas montadoras chinesas podem produzir carros elétricos no Estado
Economia ES
Rafael Guzzo

Rafael Guzzo

Duas montadoras chinesas podem produzir carros elétricos no Estado

Além da Keyton Motors, que, no início de março, surpreendeu o mercado ao anunciar a instalação de uma montadora de carros elétricos em Cariacica, mais uma empresa chinesa pode ser alvo do Estado. Desta vez, trata-se da Great Wall Motors (GWM).


A fabricante oriental, no momento, negocia com autoridades brasileiras, com olhar voltado para o Rio de Janeiro. Mas, na visão de representantes da Federação da Indústria do Espírito Santo (Findes), os incentivos fiscais da Sudene, oferecidos no Norte/Noroeste, são um atrativo que podem trazer o investimento para o solo capixaba.


A presidente da Findes, Cris Samorini, revelou que fez a indicação ao governo do Estado sobre o projeto da GWM. Responsável pela atração de investimentos, a Secretaria da Ciência, Tecnologia, Inovação, Educação Profissional e Desenvolvimento Econômico (Sectides) informou que está aberta para negociar com a empresa.


Se as negociações com autoridades brasileiras avançarem, a Great Wall Motors pretende iniciar oficialmente as operações no Brasil em 2022, segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo.
Fundada em Baoding (China) em 1984, a Great Wall Motors é a maior montadora privada do país. E fechou com a BMW parceria para a produção de veículos elétricos no ano passado.
A empresa está presente na Argentina e na Bolívia, e tem o Chile como seu principal mercado na América do Sul.