search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Donald Trump, Brexit e eleições municipais
Tribuna Livre

Donald Trump, Brexit e eleições municipais

Nós, brasileiros, vivenciamos nas últimas eleições nacionais uma guinada política. Sem qualquer juízo de valor, destaco apenas que foi possível verificar nas urnas uma escolha da substancial maioria da população para um lado conservador e liberal.
Após o pleito eleitoral, fora lançada toda a sorte de argumentos de desqualificação contra os eleitores do atual Presidente da República, desde alegação de pouca instrução a coisa pior. Parece um padrão.


O que acontece aqui vem ocorrendo mundo afora. Basta ver o que houve com Trump nas eleições americanas.

O uso de hasthtags como #NotMyPresident e os bordões “11/9 and 9/11” foram a tônica contra a eleição nos EUA, mesmo país onde o uso de expressões como “misogynist” e coisas do gênero se aplicaram ao candidato e seus eleitores.

No recente caso das eleições inglesas ocorreu algo parecido. O “Tory”, partido conservador do candidato Boris Johnson, foi eleito com larga vantagem.

O partido trabalhista, levou a maior sova desde 1935, parece questionar não apenas as eleições, mas o sistema político. Nasceu a frase “perdemos no voto, mas nossos argumentos são os melhores”.

Se pudessem, substituiriam, então, a massa popular de eleitores pelos “argumentos” dos iluminados do partido? E o que, até agora, tem isso tudo a ver com o Brasil e as eleições municipais?

Primeiro porque os que perderam as eleições, no Brasil, nos EUA e na Inglaterra, tomaram uma postura uníssona: passaram a se colocar num suposto patamar de superioridade moral, como se os eleitores dos vencedores fossem seres incultos.

Segundo porque os partidos que perderam as eleições começaram a questionar ou dar apoio a questionamentos, opondo-se ao sistema vigente validador do resultado, seja retardando os discursos de reconhecimento dos eleitos, seja usando expressões como “não é meu presidente”, ou “seremos resistência”.

A derrota nas urnas não gerou o desejo e a disposição para, humildemente, buscar entender onde está o erro que impediu a vitória e chegar a uma opção menos polarizada.

As nossas próximas eleições serão as municipais. E o Brasil será testado novamente.

Veremos se o avanço liberal e conservador fora uma onda passageira ou veio para ficar.

Nos EUA, o presidente parece massa de pão: quanto mais batem, mais cresce.

Na Inglaterra, Boris Johnson ganhou uma eleição e não conseguiu executar o Brexit; precisaram dissolver o Governo e convocar novas eleições gerais, para que o “Tory” ganhasse com vantagem, agora com um parlamento capaz de autorizar o Brexit.

Em novembro de 2020, o brasileiro mediano, aquele que votou nas eleições anteriores, dirá novamente, no voto, se sua escolha “mais à direita” fora, como acusam os que perderam no voto, um ato impulsivo, de pessoa com pouca instrução, de baixo valor moral ou se veremos a consolidação do avanço liberal e conservador.

As eleições municipais serão essenciais para o Brexit brasileiro: a consolidação de uma guinada contra a corrupção.

Luiz Henrique Antunes Alochio é advogado e doutor em Direito

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

A sabedoria do planejamento na empresa e na vida privada

Com a globalização, inovações tecnológicas, políticas econômicas restritivas e inúmeras variáveis que afetam as empresas e nós individualmente, temos de intensificar a utilização da mais nobre das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Lei de abuso de autoridade e a independência da magistratura

Está em pleno vigor a Lei nº 13.869, de 5 de setembro de 2019, que “define os crimes de abuso de autoridade, cometidos por agente público, servidor ou não, que, no exercício de suas funções ou a …


Exclusivo
Tribuna Livre

Reforma tributária com justiça fiscal é o novo desafio do Brasil

No passado, os choques do petróleo (1973 e 1979) fizeram muito mal à economia brasileira, pois o País era um grande importador e não possuía uma situação externa favorável. Atualmente, por conta das …


Exclusivo
Tribuna Livre

Educação financeira é aliada no combate ao endividamento

Dados da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indicam que cerca de metade dos brasileiros (48%) tiveram o CPF negativado em pelo menos …


Exclusivo
Tribuna Livre

É tempo de falar e debater a sexualidade na adolescência

A campanha lançada pelo Governo Federal de prevenção à gravidez adolescente, “Tudo tem seu tempo”, tem como principal mensagem a abstinência sexual como método contraceptivo. No entanto, é possível …


Exclusivo
Tribuna Livre

Carnaval tem raízes psicológicas, sociais e culturais

O Carnaval é uma grande festa popular, vivenciada na alma do povo, revelando profundos sentimentos. As músicas de Carnaval e os sambas de enredo das escolas de samba, elaborados por verdadeiros …


Exclusivo
Tribuna Livre

A inteligência emocional e as tempestades que enfrentamos

As chuvas e enchentes que castigaram nosso Estado, neste começo de ano, podem servir de inspiração para analisarmos as tempestades de nossas vidas e a maneira com que lidamos com elas. Há mais …


Exclusivo
Tribuna Livre

Coronavírus se espalha na velocidade de trem-bala e avião

Nenhuma pandemia espalhou tanto terror quanto a peste negra, doença transmitida a humanos por pulgas de ratos portadores da bactéria Yersinia pestis, que matou mais de 20% da população mundial, entre …


Exclusivo
Tribuna Livre

Rios do Espírito Santo vão de protagonistas a vilões

Os rios, como vias de acesso, foram importantíssimos na formação de dezenas de cidades capixabas, assim como o mar foi a via transitável para que os primeiros colonizadores aqui aportassem. Até …


Exclusivo
Tribuna Livre

Candidatos a prefeito vão enfrentar o desemprego

São 12 milhões de desempregados no País. Um problemão que bate na porta dos governantes, mas essas batidas são sentidas mais severamente por várias famílias brasileiras, afligindo diferentes classes …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados