search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Dona de casa é espancada pelo marido após contar que conseguiu emprego

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Dona de casa é espancada pelo marido após contar que conseguiu emprego


O que era para ser uma comemoração, se tornou um momento de terror para uma dona de casa. A mulher, de 31 anos, estava desempregada há quatro anos quando recebeu uma oportunidade de emprego. No entanto, ao contar ao marido sobre as novas, foi agredida brutalmente na frente dos filhos.

 (Foto: Freepik)
(Foto: Freepik)
As agressões aconteceram dentro da casa do casal, no bairro Manoel Plaza, na Serra, na quarta-feira (12).

A dona de casa explicou que recebeu uma ligação com uma proposta para trabalhar. Ao contar ao marido, o mesmo se revoltou e passou a acusá-la de estar "procurando um homem". Logo em seguida, ele começou a agredi-la com socos, chutes, pisões. Tudo na frente dos filhos do casal, de 1 ano e sete anos.

"Eu precisava desse emprego, estou desempregada e é uma oportunidade única. Ele transformou meu momento de felicidade em quase uma tragédia. Ele ia me matar se não fossem meus vizinhos. Ele me jogou na cama, tentou me estrangular, pisou no meu pescoço. Eu ficava gritando por socorro", contou a vítima.

A vítima ainda conta que a filha implorou para que o pai a deixasse e fosse embora, mas isso não o impediu.

Uma vizinha ouviu os gritos de socorro da dona de casa e acionou a polícia. Ela também deu apoio à vítima.

O homem foi levado ao Plantão Especializado da Mulher/PEM, onde foi detido e encaminhado ao Presídio de Viana.

As agressões sofridas deram fim ao relacionamento de 15 anos. Um casamento marcado por abusos e medo por parte da dona de casa. O acusado, de 33 anos, é usuário de drogas há muito tempo e usava todo o dinheiro que recebia para comprar entorpecentes.

"Ele me bateu outras vezes. Já abusou sexualmente de mim. Às vezes ele usava muita droga e queria fazer sexo comigo, mas eu não queria, só que ele não respeitava isso e me forçava. Se eu quisesse impedir, ele me batia. Não desejo que ninguém passe por isso", relatou a dona de casa.

Por conta do vício, o acusado deixou de pagar o aluguel e a dona de casa e os filhos acabaram sendo despejados da kitnet onde morava com o marido.

"Ele gastava tudo com as drogas. Tinha vez que meus filhos só comia mingau com água, porque não tinha nada. Ele tirava da boca dos próprios filhos para pagar traficante. Eu sempre o alertei, dizia que ou era a família ou as drogas, mas ele optou pelas drogas"


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados