search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Dia Mundial da Amamentação
Nutridicas
Gabriela Rebello

Gabriela Rebello


Dia Mundial da Amamentação

Amanhã vamos comemorar o Dia Mundial da Amamentação, e, claro, não podemos deixar essa data megaespecial passar em branco, não é mesmo? Você está grávida? Você está amamentando? Você tem dúvidas sobre amamentação? Hoje o bate-papo é com você! Afinal, amamentar é muito mais do que nutrir o bebê. Envolve uma relação profunda entre mãe e filho.

A amamentação é importante porque além de fortalecer o vínculo entre mãe e filho promove o desenvolvimento da criança nos seis primeiros meses de vida, sendo capaz de suprir suas necessidades nutricionais.

Através dela, é possível garantir o desenvolvimento do cérebro, da defesa do organismo e diminuir o risco de doenças, como obesidade e diabetes. Há benefícios também para a saúde da mulher, pois diminui o risco de câncer de mama e ovário.

Chamo a atenção de vocês, pois ainda não há no mercado um substituto do leite materno. Nenhuma fórmula se aproxima do leite humano.

Você sabia que o leite humano se modifica ao longo da mamada, ao longo do dia e de acordo com o que a mãe se alimenta? As mudanças maiores são nos primeiros 15 dias, quando ele passa de colostro ao leite de transição e depois para o leite maduro. Ele se modifica de acordo com a necessidade do bebê. Nada disso existe na fórmula infantil.

A recomendação por todas as organizações do mundo é de realizar o aleitamento materno exclusivo até 6 meses. O aleitamento deve ser mantido por, pelo menos, até 1 ano, sendo que o Ministério da Saúde sugere até 2 anos ou mais.

É fundamental a manutenção da amamentação durante a introdução de novos alimentos, pois previne o risco de alergia e de obesidade. A decisão do desmame deverá ser de acordo com o desejo da mãe e do bebê.

Vamos a algumas dúvidas:

Nutri, estou amamentando, posso ingerir bebida alcoólica? Não, simples assim! O álcool chega no leite super-rápido. Se for consumido, deve-se aguardar por pelo menos quatro horas para amamentar novamente.

O que não posso comer quando estou amamentando?  Evite alimentos com muito açúcar, a exemplo de bolos, doces e chocolates. Eles não têm nutrientes e podem gerar mais irritação no bebê. Evite por industrializados no geral e nada de restrições sem fundamentos.

Ingira cerca de 4 a 5 porções de frutas por dia. Capriche na variedade de legumes e verduras no almoço e no jantar. Peixes cerca de 3 vezes na semana e não se esqueça de caprichar na hidratação.

Muitas informações, não é mesmo? Na dúvida, não deixe de procurar um nutricionista.

Amamentação exige dedicação, paciência, persistência e muito amor. Confie no seu sentimento de mãe.

Agradeço a Annie Belo por auxiliar nesta coluna com o fornecimento de diversos materiais. 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados