search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Dia especial para pensar em consumir de forma consciente
Tribuna Livre

Dia especial para pensar em consumir de forma consciente

Comemorou-se o Dia Internacional dos Direitos do Consumidor pela primeira vez em 15 de março de 1983.

A data foi escolhida em razão do famoso discurso do presidente dos Estados Unidos, John Kennedy, em 15 de março de 1962. Para ele, todo consumidor tem direito, essencialmente, à segurança, à informação, à escolha e a ser ouvido. Se hoje isso é atual, imagine na década de 1960! Seu discurso provocou debates sobre a matéria em vários países, além de grande repercussão.

O discurso do presidente Kennedy foi um marco na defesa dos direitos dos consumidores. Vale destacar que a data escolhida para se comemorar o Dia do Consumidor não tinha o condão de levar às pessoas a consumirem mais, mas, sobretudo, de assegurar aos consumidores seus direitos.

Entretanto, o que vemos hoje é a corrida desenfreada para adquirir produtos e serviços em comemoração ao Dia do Consumidor.

No Brasil, o Código de Proteção e Defesa do Consumidor, conhecido por CDC, foi instituído pela lei nº 8.078 em 11 de setembro de 1990. Porém, só entrou em vigor em 11 de março de 1991.

O referido código é fruto de muita luta em prol da defesa do consumidor.

A lei 8.078/90 disciplinou todas as relações de consumo. É uma das leis mais avançadas do mundo, não pelo fato de ter nascido por meio de um processo de elaboração legislativa de iniciativa do governo federal ou do Congresso Nacional, mas, especialmente, por nascer de pressão social, representada no movimento consumerista.

É importante ressaltar a Lei Delegada nº 4/62 que se fortaleceu em 1976 com a criação do Programa Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor de São Paulo, pois serviu de incentivo para a formação dos Procons no Brasil.

Assim, foi possível inserir na Carta Magna a defesa do consumidor como um dos princípios gerais da atividade econômica, nos termos do artigo 170, V, da Constituição Federal/1988.

Há muitos motivos para se comemorar essa data, haja vista a existência de órgãos e entes que buscam a garantia dos direitos consumeristas, a saber: Procons, Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor, Delegacia de Defesa do Consumidor, Ministério Público e Ordem dos Advogados do Brasil (Comissão Especial de Direito do Consumidor).

É preciso que a sociedade civil esteja atenta aos direitos do consumidor e, em caso de violação, que faça a devida denúncia, a fim de que alcancemos uma sociedade mais justa e igualitária.

O Dia do Consumidor deve ser celebrado com mais conscientização acerca dos direitos consumeristas e, não, necessariamente, com a ida às compras. O ideal é consumir de forma consciente.

ANDREIA COUTINHO é advogada, professora, escritora e ex-membro da Comissão Especial de Direito do Consumidor da OAB/ES.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Tempo livre como aliado para descobrir a nossa essência

Infelizmente vivemos um momento que requer reclusão social para que só assim possamos diminuir a curva viral da Covid-19, que já matou mais de 65 mil pessoas em todo o mundo. Com crianças e adultos …


Exclusivo
Tribuna Livre

Prós e contras da Medida Provisória 936 de 1º de abril

Para tentar garantir empregos e salvar empresas da falência, o governo federal anunciou uma série de ações econômicas diante da pandemia da Covid-19. A última foi a Medida Provisória 936, publicada …


Exclusivo
Tribuna Livre

Coronavírus e a prorrogação de mandatos políticos

A partir do momento em que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou a existência de pandemia em função da proliferação do coronavírus em todo o mundo, houve no Brasil a compreensão da gravidade …


Exclusivo
Tribuna Livre

Momento é grave e requer a união de todos

Crises de proporções gigantescas, como a que vivemos nesses dias, desestabilizam todo mundo e criam um cenário de preocupação que vai além da enfermidade propriamente dita. As crises sempre trazem à …


Exclusivo
Tribuna Livre

Quem sairá menor da crise provocada pelo coronavírus?

Conhecido adágio popular diz que “mar calmo nunca fez bom marinheiro”. Tempos difíceis costumam provar se a têmpera de uma pessoa ou instituição é, de fato, prestável. Neste momento de crise …


Exclusivo
Tribuna Livre

Solidariedade nos EUA e no Brasil para enfrentar a Covid-19

No meio desta semana os números da pandemia da Covid-19 já eram estarrecedores. Um milhão de contaminados e mais de 55 mil mortos ao redor do mundo. Aqui, nos Estados Unidos, a agência responsável …


Exclusivo
Tribuna Livre

Como manter a saúde das empresas em tempos de Covid-19

Em meio às mudanças nas relações de trabalho impostas pela pandemia da Covid-19, os empresários de todo o País acabaram se vendo sem direção sobre questões trabalhistas que envolvem o home office, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Covid-19 e o cuidado com o consumo de alimentos

Quem trabalha no agronegócio já está adaptado em responder as acusações, por muitas vezes infundadas e distorcidas, e quase em sua totalidade, desprovidas de conhecimento técnico, métricas e estudos …


Exclusivo
Tribuna Livre

A Ufes e o começo de uma nova gestão

A Universidade Federal do Espírito Santo é um patrimônio de suma importância para a sociedade. De forma inusitada, coube-me, a partir do dia 23 de março, assumir o cargo de reitor desta instituição, …


Exclusivo
Tribuna Livre

Covid-19 e as incertezas sobre os impactos da pandemia no Brasil

Quedas nas bolsas de valores, aulas suspensas, comércios fechados, eventos cancelados, trabalhadores em casa, governos decretando “estado de calamidade pública”, órgãos públicos fechados, recomendaçã…


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados