search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

DF já estima 16.279 casos dentro de duas semanas
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


DF já estima 16.279 casos dentro de duas semanas

Na Sala de Situação ao lado do seu gabinete, no Palácio Buriti, Ibaneis Rocha monitora cada novo dado da expansão do coronavírus em Brasília e no mundo. Ele e sua equipe examinam as melhores opções de protocolo que permitem ao governador do Distrito Federal se antecipar aos demais e adotar, sem hesitações, todas as medidas.

O “DataRocha”, como já chamam o sistema criado por Ibaneis, é uma usina de notícias apavorantes, como a previsão de que o DF chegará a espantosos 16.279 infectados por Covid-19 daqui a duas semanas.

Vírus sob lupa

No total, são 21 monitores, cada um deles gerando cada detalhe do combate ao coronavírus, indicando casos suspeitos e confirmados.

Seguindo passos

O “DataRocha” gera informações, dados estatísticos e gráficos mostrando onde a doença avança imparável e onde perde força.

Suspeitos se multiplicam

No início da tarde de quinta-feira (19), o “DataRocha” indicava quase 2.500 casos suspeitos de contaminação somente no DF.

Hospital no estádio

Estádio Mané Garrincha, em Brasília (Foto: Divulgação / Site Oficial)
Estádio Mané Garrincha, em Brasília (Foto: Divulgação / Site Oficial)
Ibaneis já cogita instalar um hospital com 300 leitos no estádio Mané Garrincha (foto) e até desapropriar e tornar públicos hospitais privados.

Não é o coronavírus: a Inframerica derrete sozinha

O grupo argentino Corporacion America Airports, dono da Inframerica, vencedor da disputa bilionária para gerenciar os aeroportos de Brasília e Natal, fez o lançamento de suas ações na Bolsa de Valores de Nova York em fevereiro de 2018 por US$ 16,6 cada. Em junho de 2019, o valor da ação já havia despencado quase 50%. Na quinta, fechou valendo apenas US$ 1,7. Ou seja, quem investiu US$ 100 na oferta inicial dessas ações, em 2018, acabou a quinta com praticamente US$ 10.

Outros fatores

A CAAP/Inframerica tenta culpar o coronavírus pela desvalorização da empresa. Mas a ação perdeu quase 80% do valor antes do surto.

Se toda empresa fosse assim...

A Inframerica já havia decidido “devolver” a concessão do aeroporto de Natal ao governo federal. A desculpa: não faturaram como esperavam.

Parceria condenada

Entre 2014 e 2018, a Inframerica perdeu R$ 670 milhões em Natal. E a sua parceira no negócio era a Engevix, uma das estrelas da Lava a Jato.

Salve a Escola de Chicago

O ex-deputado Flávio Bierenbach acha que o ministro Paulo Guedes “só usa a máscara para disfarçar o sorriso”. Para o ministro aposentado do STM, “dizimando pobres, velhos e vulneráveis, o Estado nunca mais haverá de intervir. Deixa tudo por conta do livre mercado”.

Brazucas de volta

A embaixada do Brasil em Lisboa trabalhou com muita competência e obteve a ajuda da diplomacia local para que Portugal abrisse exceção e autorizasse a empresa aérea Azul a operar quatro voos Lisboa-Campinas, nesta sexta-feira (20) e sábado (21), para trazer de volta brasileiros retidos.

Mudaram o mapa

A CNN Brasil afirmou na quinta categoricamente, e repetiu, que Chile e Equador “não fazem parte da América do Sul”. Não é o que mostram o mapa do continente e nem o que ensinam as aulas de Geografia.

Não é o que, mas quem disse

Eduardo Bolsonaro não mentiu ao dizer que o coronavírus nasceu na China e quando lembrou tentativas da ditadura de esconder a epidemia. Qualquer pessoa sabe disso, mas o filho do Presidente não pode chutar na canela do maior cliente de produtos brasileiros.

Se preguiça matasse...

O panelaço surpreendeu mesmo pela preguiça dos manifestantes. As panelas foram batidas por alguns segundos, gravados no celular, e o som reproduzido em loop em caixas de som posicionadas nas janelas.

Massa de manobra

O especialista em Controladoria e Finanças Fernando Cabral resumiu como “pandemia psicológica” o que ocorre nas bolsas de valores. “É o efeito manada, em que todos seguem investidores de peso”, explicou.

Censura na Infraero

Funcionários da Infraero reclamam a plenos pulmões contra a política da empresa de manter bloqueados sites de notícias durante essa crise, enquanto poucos felizardos têm Facebook liberado na hora do almoço.

Pensando bem...

... sucesso dos protestos serão medidos, em breve, não pelo número de apoiadores, mas pela potência das caixas de som.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

Bolsonaro isola o DEM e procura quem tem votos

O presidente Jair Bolsonaro cansou de apostar na relação com os presidentes da Câmara e do Senado, a cujo partido entregou o controle de ministérios importantes, como Saúde e Cidadania, mas, apesar …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Mandetta reduz o tom tentando não ser demitido

O ainda ministro da Saúde adotou uma atitude moderada, no fim da tarde de ontem, no Planalto, na tentativa de conservar o emprego. Mas, por via das dúvidas, deu aparência de prestação de contas à sua …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Bolsonaro tem três opções para o lugar de Mandetta

Luiz Henrique Mandetta estava adorando tudo isso. Alçado a liderança política nacional, elogiado pela oposição, o ministro da Saúde se sentia à vontade até para ignorar as opiniões, mesmo toscas, do …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Chance de perder o emprego é baixa para 61,5%

Pesquisa Diário do Poder/Orbis, que aferiu a percepção dos brasileiros sobre os efeitos da pandemia da Covid19 na economia, revela um inesperado otimismo: os entrevistados consideram “muito baixa” …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Exclusivo: 67% do País estão “muito preocupados”

"Médico não abandona paciente” Ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde) desapontando quem torcia por sua demissão Exclusivo: 67% do País estão “muito preocupados” Levantamento exclusivo …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Coronavírus: governo é o poder mais bem avaliado

Levantamento exclusivo Diário do Poder/Orbis revela que apesar de todas as controvérsias, a maior parte (38,3%) dos entrevistados atribui ao governo o trabalho mais efetivo no combate ao coronavírus, …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Área pública impõe sacrifícios, e se finge de morta

Representado pelos Três Poderes, o setor público cria leis e decretos e só comunica ao setor privado, que o sustenta, quanto vai custar a crise em empregos suprimidos e empresas quebradas. Inventam …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Reprovação de 52% fez Bolsonaro mudar atitude

A população está muito insatisfeita com a conduta de Jair Bolsonaro no enfrentamento do coronavírus, como mostram pesquisas devastadoras, daí a sua decisão de melhorar o discurso. Ele agora …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Exclusivo: “isolamento social” tem apoio de 81,1%

Levantamento exclusivo encomendado pelo site Diário do Poder à Orbis Pesquisa sobre as consequências da pandemia do coronavírus, mostra que 81,1% dos entrevistados dizem ser favoráveis ao “isolamento …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Mandetta gera ciúmes e governo altera estratégia

A crise do coronavírus acabou por revelar, por seu protagonismo, a nova liderança política nacional do ministro Luiz Henrique Mandetta (Saúde), cujo nome já supera outros bolsonaristas, como o …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados