search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Dez principais propostas para os eleitores gays

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

Dez principais propostas para os eleitores gays


Pandora Da Luz, Sandro Bastos e Paola Graciani são pré-candidatos a vereador em Vitória, Vila Velha e Cariacica, respectivamente (Foto: Kadidja Fernandes/ AT)
Pandora Da Luz, Sandro Bastos e Paola Graciani são pré-candidatos a vereador em Vitória, Vila Velha e Cariacica, respectivamente (Foto: Kadidja Fernandes/ AT)

É difícil afirmar quais são as principais bandeiras do movimento LGBTQIA+ (sigla para lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, transexuais e travestis, queer, intersexo, assexuais e outras possibilidades de orientação sexual e identidade de gênero), já que cada país tem um contexto político e social e não há unanimidade no movimento.

Mas algumas pautas no Brasil e no mundo passam pelo fim da criminalização da homossexualidade, reconhecimento da identidade de gênero, além do casamento civil e permissão de adoção de crianças, que estão entre as bandeiras.

Tais pautas deverão ser discutidas pelos segmentos LGBTQIA+ dos partidos e seus pré-candidatos nas eleições deste ano, além de outras 10 apontadas por eles.

São elas: maior visibilidade à causa; ações de combate à LGBTfobia; combate ao conservadorismo; ações de incentivo ao trabalho de pessoas trans e travestis; programas de incentivo ao estudo e profissionalização; atendimento à saúde da mulher trans diferenciado, assim como existe de forma específica para as mulheres.

Ainda são propostas a política contra a evasão escolar dos LGBTs, que é considerada alta; respeito às diferenças; segurança; e criminalização da homofobia.

“Se temos atendimento à saúde da mulher, precisamos também de atendimento à mulher trans. O que a população LGBTQIA+ quer é a garantia de direitos, e a política vai garantir que esses direitos negados sejam cumpridos”, explicou o ativista cultural Van Brasil, presidente do segmento Diversidade Tucana, do PSDB-ES.

O professor efetivo e pré-candidato a vereador de Vila Velha, Sandro Bastos (PSB), apresenta opinião no mesmo sentido.

“Minhas propostas passam pela educação, devido ao fato das LGBTs não permanecerem nas escolas, que se tornam excludentes. Saúde específica com medicamentos, principalmente para as trans, e políticas de emprego e renda para essa população que se encontra em vulnerabilidade social”.

Em suas propostas, a pré-candidata a vereadora de Vitória, Pandora da Luz (PDT), e a pré-candidata a vereadora de Cariacica, Paola Graciani Garcia (PCdoB), também desejam capacitar este público, cuidar da saúde e da segurança.

Algumas pautas LGBTQIA+, no Brasil e no mundo, são:

A criminalização da homo-lesbo-bi-transfobia, fim da criminalização da homossexualidade e consequente das punições previstas pelas leis que criminalizam a prática; reconhecimento da identidade de gênero que inclui a questão do nome social; a luta para que a condição das identidades trans não seja considerada doença; casamento civil igualitário; permissão de adoção de crianças por casais homoafetivos, entre outras.

No Espírito Santo os pré-candidatos apontaram também 10 pautas locais:

  1. Maior visibilidade à causa LGBTQIA+;
  2. Ações de combate à LGBTfobia;
  3. Combate ao conservadorismo;
  4. Ações de incentivo ao trabalho principalmente às pessoas trans e travestis;
  5. Acesso a programas de incentivo ao estudo e profissionalização;
  6. Atendimento para a Saúde da mulher trans diferenciado, assim como existe de forma específica para as mulheres;
  7. Política contra a evasão escolar dos LGBTQIA+, que é considerada alta;
  8. Projetos de desenvolvimento local que promova o respeito às diferenças, e assegure avanços nas pautas LGBTQIA+, em especial no que se refere à segurança;
  9. Criminalização da homofobia;
  10. Promoção de políticas de respeito às diferenças.

Fonte: Pré-candidatos e segmentos LGBTQIA+ dos partidos.


SAIBA MAIS


Paola Graciani Garcia (PCdoB)
Idade: 39 anos
Profissão: técnica em enfermagem
Cidade: Cariacica
Cargo que pretende disputar: vereadora
Proposta LGBT: incentivar LGBTs a retomarem os estudos.

Sandro Bastos (PSB)
Idade: 51 anos
Profissão: professor efetivo
Cidade: Vila Velha
Cargo que pretende disputar: vereador
Proposta LGBT: educação e saúde voltadas para as minorias.

Pandora da Luz (PDT)
Idade: 50 anos
Profissão: designer de moda e vestuário
Cidade: Vitória
Cargo que pretende disputar: vereadora
Proposta LGBT: políticas públicas e saúde para a população LGBTQIA+.

Edinho Blancher (Cidadania)
Idade: 50 anos
Profissão: produtor de eventos
Cidade: Vitória
Cargo que pretende disputar: vereador
Proposta LGBT: vítima de homofobia, ele defende a criminalização da mesma.

Jocemir Gonçalves (Psol)
Idade: 36 anos
Profissão: agente dos Correios
Cidade: Vitória
Cargo que pretende disputar: vereador
Proposta LGBT: promoção de saúde, segurança e educação.

Joyce Rodrigues da Silva (PSDB)
Idade: 39 anos
Profissão: cabeleireira
Cidade: Bom J. do Norte
Cargo que pretende disputar: vereadora
Proposta: acolher e promover saúde e educação.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados