search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Desafio e superação na 8ª Corrida Tribuna Ruas da Cidade

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Desafio e superação na 8ª Corrida Tribuna Ruas da Cidade


Educador físico  Christian Rosa treina a médica Isabela Duarte Sobrosa e a servidora pública Rhaira Boldrini, que vão participar da 8ª edição da Corrida Tribuna Ruas da Cidade (Foto: Douglas Schneider/AT)Educador físico Christian Rosa treina a médica Isabela Duarte Sobrosa e a servidora pública Rhaira Boldrini, que vão participar da 8ª edição da Corrida Tribuna Ruas da Cidade (Foto: Douglas Schneider/AT)

A oitava edição da Corrida Tribuna Ruas da Cidade vai ser um momento especial para os atletas. Durante a fase mais crítica da pandemia, houve o fechamento de academias de ginásticas e, ao longo dos últimos meses, a preparação foi prejudicada. Portanto, o desafio agora é superar os próprios limites.

A corrida está marcada para o dia 21 de novembro e terá duas opções de trajeto. Uma com cinco quilômetros e outra com dez, com largada na praça Pio XII, no Centro de Vitória. As inscrições já estão abertas.

Para a servidora pública Rhaira Boldrini, 31, a corrida é sinônimo de superação. Praticante da modalidade há cinco de anos, se antes ela não conseguia correr longas distâncias, hoje já tem no currículo até uma maratona.

“Sempre gostei de correr, mas o suporte técnico foi fundamental para me ajudar a ganhar ritmo e a melhorar a parte física para ter melhor desempenho. A corrida é uma superação para mim”, contou Rhaira, que faz treinamento em equipe de forma personalizada, trabalho que envolve, além da prática da corrida, atividades para fortalecimento dos músculos.

Daniel venceu a prova duas vezes (Foto: Douglas Schneider/AT)Daniel venceu a prova duas vezes (Foto: Douglas Schneider/AT)

Outro participante já confirmado é o auxiliar de serviços gerais Daniel Pereira dos Santos. Praticante de corrida desde 2013, o objetivo dele, que já venceu duas vezes a Corrida Tribuna, é se superar.

“Já comecei a fazer uma preparação específica para essa prova, pois quero me superar, ficar entre os cinco melhores. Gosto muito de corrida de rua e a expectativa é a melhor possível. Terão atletas de ponta e quero estar entre eles”, destacou Daniel.

Nutricionista e colunista de A Tribuna, Gabriela Rebello esclareceu que, junto ao treino de corrida, é fundamental uma alimentação saudável.

“Para se manter em boa condição física, é importante que seja uma alimentação baseada em alimentos in natura, com bastante fruta, legumes, ovos, carnes magras; e carboidrato, que é a principal fonte de energia, como macarrão integral, aveia, linhaça e arroz integral, que são carboidratos complexos”, afirmou Gabriela.


Saiba mais


Corrida Tribuna

  • Quando: 21 de novembro (domingo).

  • Trajetos: 5 km e 10 km.

  • Largada: Praça Pio XII, Centro de Vitória – 10 km (7h); 5 km (8h30).

  • Inscrições: pelo site ticketagora.com.br ou tribunaonline.com.br, até o dia 13 de novembro ou até o total preenchimento das vagas.

  • Valor: R$ 125.

  • Premiação: Os cinco primeiros colocados na categoria Geral Masculino e Feminino, nas provas de 5 km e de 10 km, receberão troféus. Recebem mais uma medalha personalizada os três primeiros colocados por faixa etária.


Dá tempo de se preparar para a data

Para os interessados em participar da 8ª edição da Corrida Tribuna Ruas da Cidade, mas que ainda não têm preparo físico ou não praticam corridas, o educador físico especialista em corrida
Christian Rosa afirma que até o dia da prova, 21 de novembro, é possível estar em condições plenas para o evento.

“É possível se preparar ainda. Para isso são feitos dois trabalhos: de aptidão cardiorrespiratória, em que se inicia com caminhada progressiva, que com o tempo vamos aumentando a distância. Depois é que se aumenta a intensidade. Esse é o caminho mais seguro e confortável”, disse Christian.

“Também é feito o trabalho neuromuscular, para fortalecer os músculos. A corrida gera um estresse mecânico, então quanto mais resistente for a musculatura, menor é o estresse, a articulação fica mais blindada”, explicou.

Assim, com disciplina e seguindo este ritmo nos treinos, é possível chegar ao dia prova bem preparado.

Uma das alunas de Christian é a médica Isabela Duarte Sobrosa, 27 anos. Segundo ela, os treinos são voltados para cada tipo de corrida.

“Comecei a correr há cinco anos e devo participar da Corrida Tribuna. No início, não achava que um dia conseguiria correr o que corro hoje, mas o ambiente dos treinos me ajudaram a evoluir”, destacou Isabela.