search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Depois de cogitar Osorio, Palmeiras avança na negociação com Sampaoli

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Depois de cogitar Osorio, Palmeiras avança na negociação com Sampaoli


Argentino pode dirigir o Palmeiras no ano que vem (Foto: Reprodução / Twitter)Argentino pode dirigir o Palmeiras no ano que vem (Foto: Reprodução / Twitter)

O Palmeiras parece realmente disposto a contratar um treinador estrangeiro para 2020. Depois de eleger Jorge Sampaoli como primeira opção para substituir Mano Menezes, a diretoria cogitou o nome do colombiano Juan Carlos Osorio como plano B para o ano que vem. Mas ao longo desta terça, as negociações com o comandante do Santos avançaram.

O nome de Osorio, que teve passagem pelo São Paulo em 2015, até ganhou força nos bastidores nesta terça. O Atlético Nacional, seu clube atual, confirmou a permanência do treinador para o ano que vem, embora viva mau momento na temporada do futebol colombiano.

O nome de Osorio perdeu força assim que as negociações com Sampaoli avançaram. O treinador não deve continuar no Santos na próxima temporada. Fontes ligadas à diretoria afirmaram que as bases salariais já foram definidas e também a composição da comissão técnica.

Uma das estratégias do Palmeiras para se aproximar do argentino é a contratação de Paulo Autuori para substituir Alexandre Mattos no cargo de diretor de futebol. Autuori foi superintendente do Santos. Outro nome citado para o cargo de diretor é o de Paulo Pelipe.

Outro argumento forte para a contratação de Sampaoli é a presença de um patrocinador forte. Ontem, a patrocinadora reafirmou seu compromisso com o clube independentemente da saída de Alexandre Mattos. Crefisa e Faculdade das Américas vão patrocinar o clube até o fim de 2021, quando se encerra a gestão de Maurício Galiotte.

"Mudanças acontecendo, mas a única coisa que não muda na minha vida é meu amor pelo Palmeiras, meu compromisso e a parceria com o clube", disse Leila Pereira nas redes sociais.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados