search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Decisão da Justiça pode adiar Flamengo x Palmeiras no Distrito Federal

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Decisão da Justiça pode adiar Flamengo x Palmeiras no Distrito Federal


A volta do lockdown ao Distrito Federal ameaça a realização de quatro jogos de futebol programados para os próximos dias no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília.

O desembargador federal Souza Parente, do Tribunal Regional Federal, determinou que o comércio e atividades não essenciais sejam interrompidas na região. Isso impede a realização de atividades esportivas. O governo já recorreu da medida.

A justificativa para a decisão é o agravamento da pandemia da Covid-19. A ocupação de leitos de UTI na rede pública e privada está em 98% na região.

Estão programadas no Mané Garrincha a Supercopa do Brasil entre Palmeiras e Flamengo, neste domingo (11), o confronto Santos x San Lorenzo pela Libertadores, na próxima terça (13), o jogo de volta da Recopa Sul-Americana, Palmeiras x Defensa y Justicia-ARG, na quarta (14), e um Vasco x Flamengo pelo Carioca, na quinta (15).

A Conmebol afirma acompanhar os desdobramentos, mas não disse se há um plano B para a realização dos jogos da Libertadores e da Recopa, torneios organizados por ela, caso a medida não seja revertida.

Os dirigentes do Palmeiras voltam da Argentina, onde o time venceu o Defensa y Justicia por 2 a 1 nesta quarta (7), e o clube só se manifestará quando eles estiverem no Brasil. A CBF não se pronunciou até o momento.

A decisão do desembargador retoma a liminar concedida pela juíza Katia Balbino de Carvalho no último dia 30. Esta determinava a continuidade do lockdown que vigorou em março no Distrito Federal. O governo conseguiu cassar a decisão e confirmou a realização das partidas.

O governador Ibaneis Rocha (MDB) chegou a considerar a possibilidade de realizar a Supercopa nacional com a presença de público. Os ingressos seriam distribuídos a profissionais da saúde já vacinados. A ideia não prosperou.

Um dos seus objetivos é credenciar o Mané Garrincha como sede da final da Copa Sul-Americana em 2021 ou 2022.

As delegações de Palmeiras e Flamengo estão programadas para desembarcar em Brasília nesta sexta (9).

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados