search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Decência e respeito...
Gilmar Ferreira
Gilmar Ferreira

Gilmar Ferreira


Decência e respeito...

Desportivamente, em qualquer dia, horário e local em que Vasco e Flamengo se enfrentarem, os rubro-negros estarão em posição de vantagem.

Pelo melhor elenco, tempo de maturação de seus times A e B e estruturação de trabalho. O retrospecto dos últimos anos mostra o irrefutável favoritismo. Mas, outra coisa é falarmos dos princípios da moral e da ética desportiva.

Neste sentido, a atitude de Rubens Lopes, o presidente da entidade, que transferiu para amanhã o confronto marcado para hoje, sem consultar os vascaínos, é arbitrária e nojenta.

O Artigo 14 do Regulamento Geral de Competições (RGC) da própria Federação determina as situações em que a tabela do Estadual pode ser alterada, depois de aprovada e publicada no site da entidade.

E em seu parágrafo segundo expressa que “qualquer pedido para alteração de data, horário, ou local de jogo somente será apreciado se for formulado de forma expressa e motivada com oito dias de antecedência... acompanhado do comprovante do exigível pagamento.”

Pedido

A tabela divulgada no final de dezembro previa o clássico para a noite desta quarta-feira e não haveria nada demais se o pedido de adiamento formulado pelo Flamengo tivesse obedecido o previsto no tal RGC.

Ou se a Ferj, zelando por um sistema desportivo justo e civilizado, acertasse com o Vasco o adiamento por 24 horas. O pleito rubro-negro seria justo fosse qual fosse o resultado da final da Supercopa disputada no domingo. Mas não fora do prazo ou sem comunicado prévio à outra parte interessada.

Mas na Federação de Rubens Lopes segue valendo a estrutura moral erguida com base em outros princípios. Por isso, o campeonato que ela promove (sic) e organiza (sic) perde valor comercial a cada ano e sai do interesse do público a cada edição.

Ninguém aguenta mais as manobras de gabinetes que ferem a ética desportiva, as tramas e o jogo de interesses que agridem o mais elementar do princípio desportivo – o respeito aos clubes.

Competência

O Vasco, se tivesse um mínimo de competência em seu corpo jurídico, teria buscado amparo nos tribunais. Não pelos pontos que a partida põe em disputa, mas pela decência e pelo respeito. Pena que os dirigentes vascaínos só mostram esmero na esfera judicial quando o tema diz respeito ao ocupar o poder no clube. Nesta causa eles não poupam seus valores...

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Deu aula!

Dos 14 jogadores utilizados pelo Manchester City ontem nos 2 a 0 sobre o PSG, com gols do franco-argelino Mahrez, apenas três eram ingleses. Do outro lado, dos 16 que foram a campo com a camisa do …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões

Rogério Ceni e Roger Machado fazem das semifinais do Carioca um estratégico laboratório para a construção e aperfeiçoamento de equipes competitivas. Joga-se muito no futebol brasileiro e não há outra …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Gol e paixão

Aos 37 anos, Fred marcou na quarta-feira o oitavo gol em seu sétimo jogo na temporada. Ainda que quatro deles tenham sido contra adversários de menor expressão, um foi contra o Vasco e outros três em …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Fora da ordem

A tão esperada reestruturação da dívida do Vasco ainda não saiu do papel. Mas não é por incompetência. É mesmo pela falta de recursos financeiros para acordo com credores, algo que faz crescer o que …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

Não ouvi um só morteiro estourado após a conquista da Taça Guanabara na noite de sábado. Pudera: a rotina tem sido tão exaustiva em termos de comemoração que as torcedores do Flamengo já economizam …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Sabor de vitória

Dos 14 jogadores que o vitorioso Marcelo Gallardo levou a campo ontem à noite, no Maracanã, para enfrentar o Fluminense na estreia do River Plate na Copa Libertadores, nove estiveram na final da …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Não deu liga...

Aporte financeiro de US$ 4,8 bilhões garantido pelo JP Morgan e modelo de disputa repetindo premissas da NBA e da NFL. O projeto de criação da Superliga de Clubes Europeus me parecia ter mais do que …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Minhas impressões...

As derrotas do Vasco para Portuguesa/RJ e Volta Redonda nas duas primeiras rodadas acabaram como divisor de águas para a definição dos quatro semifinalistas do Campeonato Carioca. Como esperado, …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Primeiro estágio

Em sua palestra a profissionais matriculados no curso de aprimoramento para a Licença Pro da CBF Academy, na semana passada, o francês Arsène Wenger abriu a dissertação falando que há dois tipos de …


Exclusivo
Gilmar Ferreira

Evidências

A vitória que encerrou o jejum do Vasco sobre o Flamengo, depois de 17 jogos ou cinco anos, pode fazer muito bem ao clube que tenta o retorno à Série A. Foi assim nos estaduais de 2009 e 2016 – anos …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados