search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Dados preliminares são água fria para Mourão
Coluna do Estadão

Andreza Matais e Marcelo de Moraes


Dados preliminares são água fria para Mourão

Dados preliminares sobre focos de incêndio na Amazônia em julho devem deixar o governo federal em situação ainda mais desfavorável diante da pressão pela preservação do meio ambiente.

Até sexta-feira (31), o aumento na Amazônia era de 14,53% no mês de julho em relação ao mesmo período do ano passado.

A agravante dessa situação é que as queimadas em todo o País estão proibidas desde o dia 15, por decreto do governo federal. No entorno do vice-presidente Hamilton Mourão, havia expectativa de um dado positivo para já. Não foi desta vez.

Fogo. O número de focos ativos de incêndios na Amazônia, segundo os dados do Inpe: 6.091 até 30 de julho, ante 5.318 no mesmo mês do ano passado.

Ciência. “Decreto para evitar queimadas tem o mesmo efeito da cloroquina pra curar covid 19. Zero. No caso da Amazônia, o 'médico' não está nem um pouco preocupado com o paciente, a floresta”, disse à Coluna Carlos Rittl, pesquisador sênior visitante do Instituto de Estudos Avançados em Sustentabilidade de Potsdam, Alemanha.

Disparou. No Pantanal, o número de focos de calor saltou de 494 em julho do ano passado para 1.669 neste ano (237%) Segundo especialistas, o primeiro semestre foi bem mais seco do que a média em anos anteriores. Mas há também casos de queimadas para pastagens, o que ajuda a queimar o filme do Brasil.

CLICK. O ex-ministro da Saúde Nelson Teich fez vídeo no Instagram para explicar o uso da dexametasona. O corticoide é utilizado no tratamento do coronavírus.

Corra, Davi. Senadores favoráveis à aprovação do Fundeb pressionam Davi Alcolumbre para que ele paute na próxima semana a votação da proposta. Eles temem que o governo queira ganhar tempo para se afastar do vexame na votação na Câmara e poder faturar politicamente com a aprovação do texto.

Assim, não. Nas redes sociais, o vereador Toninho Vespoli (PSOL) partiu para cima do secretário de Educação da capital paulista, Bruno Caetano: “A gente fica muito triste em ver (sic) um secretário desse nível na cadeira que já foi ocupada por Paulo Freire”.

Assim, sim. Caetano, fã do educador, respondeu: “Fico triste ao ver o professor Toninho Vespoli escrever 'em ver...'”

Memória viva. A nova embaixadora da França no Brasil, Brigitte Collet, contou ter trazido em sua bagagem o livro Dicionário dos apaixonados pelo Brasil, de Gilles Lapouge, que classificou como “esclarecedor”. Jornalista do Estadão desde 1951, Lapouge morreu anteontem aos 96 anos.

Mulheres. A Rede Sustentabilidade ainda não definiu quem disputará pelo partido a Prefeitura de São Paulo neste ano. A escolha, porém, segundo o diretório municipal paulistano, recairá sobre uma mulher, com perfil jovem e progressista.

Nomes. No momento, as mais cotadas são a deputada estadual Marina Helou, a codeputada estadual pela Bancada Ativista, Raquel Marques, a presidente do diretório paulistano do partido, Duda Alcantara, e a ex-secretária adjunta de Desenvolvimento Social Marina Bragante.

Deixa pra lá. Depois de a polícia de SP realizar uma operação contra empresários ligados ao MBL, ocorre a primeira “baixa” eleitoral no grupo: o coordenador Renato Battista desistiu de concorrer a vereador.

Pronto, falei

"Agora o governo será obrigado a se alimentar no prato em que cuspiu”

Marina Silva, ex-senadora e ex-ministra do Meio Ambiente, sobre possível parceria do governo com ONGs no Fundo Amazônia, como mostrou a Coluna.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Coluna do Estadão

Centrão se fecha na defesa de Bolsonaro

Os novos aliados de Jair Bolsonaro no Congresso não se incomodaram com os depósitos da família Queiroz na conta da primeira-dama Michelle. Acostumado aos solavancos da opinião pública, aos …


Exclusivo
Coluna do Estadão

O esculacho contra a política e a vaga no STF

Lideranças de diversos partidos viram na prisão de Alexandre Baldy outra ação midiática de Marcelo Bretas para esculachar a política e os políticos, a exemplo do que o juiz já havia feito com Michel …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Lava a Jato comemora apoio de Flávio a Aras

A Lava a Jato de Curitiba comemorou em privado o apoio hipotecado em público por Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) a Augusto Aras, considerado hoje o inimigo número um da temida força-tarefa. …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Auxílio dá fôlego a “bolsonaristas” no Nordeste

Embora diga que não apoiará ativamente nenhum candidato nas eleições municipais, o presidente Jair Bolsonaro caminha para contar com uma rede de apoio no Nordeste, região onde ele foi menos votado em …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Decisão de Fachin ajuda Dallagnol no CNMP

Um dos efeitos da decisão de Edson Fachin de interromper o compartilhamento de dados das forças-tarefa com a Procuradoria-Geral da República deve ser o de enfraquecer, no CNMP (Conselho Nacional do …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Muda Senado encampa defesa da Lava a Jato

Principal apoio político da Lava a Jato, o grupo Muda Senado quer intensificar a reação aos ataques que o procurador-geral da República, Augusto Aras, tem desferido contra a operação. Os senadores …


Exclusivo
Coluna do Estadão

O mapa da guerra contra Dallagnol no CNMP

Os conselheiros críticos ao “lavajatismo” no CNMP trabalham contra o relógio nas próximas três semanas para garantir apoios suficientes pela remoção de Deltan Dallagnol da força-tarefa da Lava a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Mourão preocupado com “teto” na Amazônia

Pressionado a apresentar resultados para o meio ambiente, Hamilton Mourão busca alternativas para destravar o uso do Fundo Amazônia. Uma vez resolvida a questão da governança (novas regras para a …


Exclusivo
Coluna do Estadão

China vê “politização” de relações comerciais

Em meio ao que especialistas estão chamando de nova “guerra fria”, o porta-voz da embaixada da China no Brasil, Qu Yuhui, alerta para uma “politização”, promovida pelos EUA, de temas comerciais entre …


Exclusivo
Coluna do Estadão

Congresso deixa de lado poder de fiscalização

A prerrogativa de fiscalizar foi deixada de lado pelo Congresso neste ano. Dos 87 requerimentos de convocação de autoridades do Executivo, apenas um foi aprovado pelo Senado. Somente na Câmara, foram …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados