search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cursos para áreas em que sobram vagas

Notícias

Economia

Cursos para áreas em que sobram vagas


Para concorrer às vagas em ao menos 20 profissões nas quais há grande oferta de emprego, mas poucos candidatos qualificados, é preciso apostar em uma formação sólida e diferenciais como conhecimento de idiomas, de acordo com especialistas em Recursos Humanos.

Segundo eles, sobram vagas de emprego especialmente em áreas de atuação ligadas à tecnologia, conforme revelou pesquisa publicada por A Tribuna na última terça-feira com 20 profissões nas quais as empresas têm dificuldades em encontrar candidatos.

Para se qualificar e concorrer a essas vagas, há opções de cursos gratuitos ou pagos em diversas instituições do Estado.

Além dos cursos de nível superior, algumas formações profissinalizantes também se encaixam nos requisitos das vagas para as quais há poucos candidatos.

O Governo do Estado, por exemplo, inscreve até o dia 2 de fevereiro em 2.140 vagas do programa Qualificar ES. Entre os cursos do programa gratuito, os de Assistente de Recursos Humanos, Inglês Básico e Informática e Redes Sociais estão entre as demandas das profissões com carência de candidatos.

Segundo o CEO da Heach RH, Elcio Paulo Teixeira, nestas profissões, os cursos de nível superior ainda são o requisito mais desejado, mas há diferenciais que podem ajudar, como o conhecimento de idiomas.

“Se o candidato tiver somente nível médio ou técnico, por exemplo, tem que estar preparado para enfrentar uma concorrência maior no mercado de trabalho, além de ter salário menor”, disse Elcio.

Ele revelou ainda que, para estas profissões, o conhecimento em inglês é quase um pré-requisito. “A pessoa às vezes foca na formação técnica, até estuda inglês, mas na hora da prova, não passa”, revelou.

Entre as graduações, a Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes) recebe inscrições até o próximo domingo para a seleção do Sistema de seleção Unificado (Sisu), que usa as notas do Enem para selecionar os candidatos, para diversos cursos ligado às profissões onde sobram vagas.

Há ainda opções de cursos técnicos, em entidades como o Senai-ES e Senac-ES, com mensalidades a partir de R$ 150. Já na Universidade Vila Velha (UVV), o investimento para se graduar nestas áreas parte de R$ 756 por mês, de acordo com o site da instituição.

Leony Dias Nobre é analista de RH. (Foto: AT)
Leony Dias Nobre é analista de RH. (Foto: AT)
Antes da formatura

O analista de RH Leony Dias Nobre contou que suas primeiras oportunidades na área surgiram antes mesmo da conclusão da faculdade de Administração. A profissão de analista de RH está entre as áreas em que há falta de profissionais.

“Fui contratado como estagiário por uma empresa no terceiro semestre do curso. Pouco mais de um ano depois, assumi efetivamente o setor de recrutamento daquela empresa.”

As profissões

  • São ao menos 20 profissões nas quais faltam profissionais no Estado, segundo especialistas.

1 Analista de sistemas
Estuda: Análise e Desenvolvimento de sistemas.

2 Desenvolvedor mobile
Estuda: geralmente, Análise e Desenvolvimento de Sistemas ou Ciência da Computação.

3 UX/UI design
Estuda: Design de Produtos, Desenho Industrial ou Arquitetura da Informação, Publicidade e Propaganda, Marketing ou áreas relacionadas.

4 Especialista em Big Data
Estuda: Ciências da Computação, Sistemas de informação, Engenharia da Computação, ou áreas afins.

5 Analista de Segurança da Informação
Estuda: Ciências da Computação, Sistemas de informação, Engenharia da Computação, ou áreas afins.

6 Analista de Business Intelligence (BI)
estuda: Ciências da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação, ou áreas afins.

7 Especialista em Cloud Computing
Estuda: Ciências da Computação, Sistemas de Informação, Engenharia da Computação, ou áreas afins.

8 Analista de Mídias Sociais
Estuda: geralmente Marketing, Publicidade e Propaganda, Jornalismo ou áreas afins.

9 Engenheiro de vendas
Estuda: geralmente estuda Administração e MBA em Engenharia de Vendas.

10 Vendedor de mármore e granito
Requisitos: geralmente, ensino médio completo ou superior incompleto e experiência na área.

11 Vendedor de energia solar
Requisitos: geralmente, ensino médio completo ou superior incompleto e experiência na área.

12 Representante comercial
Requisitos: geralmente, ensino médio completo ou superior incompleto e experiência na área.

13 Analista de RH
Estuda: geralmente Gestão de Recursos Humanos ou Psicologia e Administração.

14 Analista de Gestão de Pessoas (People Analytics)
Estuda: geralmente Matemática, Estatística, Engenharias ou afins.

15 Instrumentador cirúrgico
estuda: geralmente Técnico em Enfermagem.

16 Técnico de enfermagem
estuda: Técnico em Enfermagem.

17 Orçamentista
Requisitos: geralmente, ensino médio completo ou superior incompleto e experiência na área.

18 Secretária bilíngue
Estuda: Administração, Técnico Administrativo, e cursos de Inglês.

19 Estatístico
Estuda: Estatística (graduação).

20 Economista
Estuda: Ciências Econômicas. Cursos de Inglês também são desejáveis.

Onde estudar

Qualificar ES

  • Cursos: assistente de Recursos Humanos, Recepcionista, Inglês básico e Informática e Redes Sociais.
  • Inscrições: gratuitas até 2 de fevereiro, no site www.qualificar.es.gov.br.

Senai-es

  • Curso: Técnico em Desenvolvimento de Sistemas.
  • Inscrições: www.senaies.com.br, com mensalidade a partir de R$ 236.

Senac-es

  • Cursos: Técnico mas áreas de Enfermagem, Recursos Humanos e Administração; Assistente Financeiro, Assistente de Pessoal, Assistente de Recursos Humanos, Analista de Marketing em Mídias Sociais, Big Data, Estratégias de Business Intelligence e Técnicas de Vendas.
  • Inscrições: informações pelo site www.es.senac.br, com mensalidades a partir de R$ 150.

Universidade Federal do Espírito Santo

  • Cursos superiores: Administração, Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Comunicação Social em Jornalismo ou Publicidade e Propaganda, Engenharias (Civil, Computação, Produção), Estatística, Letras/Inglês, Enfermagem e Obstetrícia e Sistemas de Informação.
  • Inscrições: por meio do Sistema de seleção Unificado (Sisu). As incrições podem ser feitas até o próximo domingo(26), no site www.sisu.mec.gov.br.

Universidade vila velha

  • Cursos: Ciência da Computação, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Engenharia da Computação, Engenharia de Produção, Jornalismo, Marketing, Publicidade e Propaganda e Sistemas de Informação, entre outros, presenciais ou a distância.
  • Inscrições: o vestibular para as turmas de 2020 pode ser agendado. informações no site www.uvv.br. Mensalidades a partir de R$ 756.
Fontes: Especialistas citados na reportagem e instituições de ensino consultadas.


 


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados