search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Cuidado, cyberstalker! Agora, você poderá ser visto e julgado
Tribuna Livre

Cuidado, cyberstalker! Agora, você poderá ser visto e julgado

Você, assim como eu, costuma postar fotos do seu dia a dia, aonde vai, o que come e como vive?

Compartilhar experiências da vida nas redes sociais digitais faz parte. Aliás, essas mídias estão aí para isso mesmo: interagir, conectar, socializar e ter audiência, pessoas acompanhando nossas redes. É esse o objetivo, certo?

Mas atenção, cherie! Às vezes, pode dar ruim, bem ruim mesmo. É cada vez maior o número de pessoas que sofrem cyberstalking, termo em inglês utilizado para descrever conduta de quem ilegalmente persegue ou assedia virtualmente alguém. E informações de nossa vida são combustíveis que abastecem o assédio persistente do stalker.

A perseguição pode acontecer em vários níveis, desde envios constantes de mensagens nas redes sociais, especialmente de ódio; propagação de notícias difamatórias; tentativa de contato com parentes, amigos ou pessoas do convívio; até extrapolar o ambiente virtual, indo parar em perseguições nos locais em que sabidamente a vítima frequenta. Dá medo, sim!

Segundo o Centro Nacional de Vítimas de Crimes dos Estados Unidos, o comportamento perseguidor é "uma linha de conduta dirigida a alguém específico que leva pessoas razoáveis a sentir medo". Os números dessa prática (virtual e não-virtual) são de dar horror: 7,5 milhões de pessoas sofrem algum tipo de perseguição persistente nos Estados Unidos; 11% são perseguidas por cinco anos ou mais.

Mas a sociedade avançou para proteger as vítimas. A agora é lei: foi incluído no Código Penal o crime de perseguição, conhecido também como stalking e, claro, sua versão na Web, o cyberstalking. A pena para quem for condenado é de seis meses a dois anos de prisão, mas pode chegar a três anos com agravantes, como nos casos de crimes contra mulheres. Há ainda previsão de multa.

Com as redes sociais cada vez mais presentes, nossas vidas cada vez mais expostas, nossos aparelhos móveis se tornando verdadeiras extensões do nosso corpo, é impossível garantir que estejamos 100% imunes e que não venhamos a nos tornar vítimas também.

Por isso, deixo aqui algumas dicas de ações que podem ajudar a evitar esses seres do mal e reduzir os riscos de sofrermos cyberstalking: evite fazer check-in em locais públicos, principalmente em tempo real; não deixe e-mails ou números de celulares disponíveis; evite deixar evidente sua rotina, locais e horários cotidianos; não confirme presença em eventos públicos para todos verem; e deixe oculta sua lista de amigos.

Enfim, mesmo com os cuidados, mantenha a calma caso o pior aconteça e procure seus direitos. Lembre-se: a Web não é terra de ninguém.

E as empresas? Estão livres? Jamais de la vie! Também estão em risco e sujeitas a consequências desastrosas, podendo acabar com a imagem ou a reputação da marca ou instituição. Nessa hora é preciso ter um bom plano de crise. Mas essa já é outra história... quem sabe na próxima?

RAFAELA ANDRADE é mestre em Comunicação.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Tribuna Livre

Saúde e segurança do trabalho para impulsionar a economia

Mais de um ano se passou do anúncio da pandemia, uma batalha global contra o SARS-CoV-2, o novo coronavírus, que agora parece ter uma luz no fim do túnel com as vacinas. Mas ainda é preciso estar …


Exclusivo
Tribuna Livre

Maioridade penal e a aprovação da lei no combate à criminalidade

Diz o art. 5º do vigente Código Civil: “A menoridade cessa aos dezoito anos completos, quando a pessoa fica habilitada à prática de todos os atos da vida civil.” E o parágrafo único do mesmo …


Exclusivo
Tribuna Livre

Produtos perigosos e riscos que transitam em nossas rodovias

Substâncias perigosas de diversas origens são transportadas diariamente pelas estradas brasileiras. Entre os milhares de veículos que atravessam o País, estão os que conduzem cargas perigosas e quase …


Exclusivo
Tribuna Livre

Inconstitucionalidade do imposto de herança sobre bens no exterior

O Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a inconstitucionalidade da cobrança de Imposto de Transmissão Causa Mortis ou Doação (ITCMD) sobre bens existentes no exterior, ao julgar RE 851.108-SP, …


Exclusivo
Tribuna Livre

O caos pandêmico e o tempo desnorteado

“Que é, pois, o tempo?” Santo Agostinho cravou: “Se ninguém me perguntar, eu sei; se quiser explicá-lo, já não sei”. Existindo no tempo, este líquido amniótico em que mergulhamos ao nascer, transitam…


Exclusivo
Tribuna Livre

Lei Aldir Blanc e a união cultural de Norte a Sul do Brasil

O trabalho realizado em tempo recorde para que o setor produtivo da cultura obtivesse o recurso da lei, deixou a certeza de que esse é apenas o começo de uma transformação. Toda a experiência que …


Exclusivo
Tribuna Livre

Ato médico e questão de ética

Nos dias atuais têm sido cada vez mais frequentes as discussões médico-jurídicas quanto ao tratamento da Covid-19. Independentemente de questões político-partidárias, há uma certeza: existe um …


Exclusivo
Tribuna Livre

Prioridade para uma reflexão sobre a pandemia da Covid-19

Embora tenha ocasionado a morte de milhares de pessoas no Brasil e de milhões no mundo, no início do século passado, a chamada "gripe espanhola", para a grande maioria dos brasileiros, é desconhecido …


Exclusivo
Tribuna Livre

Os segredos para sair dessa crise melhor do que entrou

O momento sem dúvida é de reflexão, mas posso afirmar que você precisa resgatar aquele vendedor adormecido dentro de você para vencer essa crise. Se você por algum motivo está em uma posição …


Exclusivo
Tribuna Livre

Livro não é coisa de rico

Em mais um recente debate sobre a Reforma Tributária, a Receita Federal atualizou o documento “perguntas e respostas” da Contribuição sobre Bens e Serviços (CBS) no último dia 06. Nele, além de …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados