search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Crivella quer jogo do Flamengo com 20 mil pessoas no Maracanã

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Crivella quer jogo do Flamengo com 20 mil pessoas no Maracanã


Estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Estádio do Maracanã (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

Segundo o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), a partida entre Flamengo e Athletico, no próximo dia 4, será realizada com a presença de público.

Ele afirma que o Maracanã poderá receber 20 mil pessoas para o jogo válido pelo Campeonato Brasileiro. O que representaria um terço da capacidade normal do estádio.

Isso só poderá acontecer com aval da CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Consultada pela reportagem, a entidade não respondeu até o momento da publicação deste texto.

O futebol no país ficou parado por mais de três meses a partir de março por causa da pandemia da Covid-19. Desde o retorno, em julho, as partidas têm acontecido com os estádios vazios.

"Vamos fazer um apelo à CBF no sentido de que possa nos ajudar para que o Maracanã seja uma alternativa à praia, que é hoje talvez o maior problema do Rio de Janeiro, com grandes aglomerações de pessoas sem máscara. Se o jogo puder ser às 11h, vai ser ótimo para nós. São 20 mil pessoas no Maracanã. Seriam 20 mil pessoas a menos nas praias", disse Crivella, sobre a partida que por enquanto está marcada para às 16 horas.

O Estado do Rio de Janeiro registrou 2.955 casos da doença e 122 mortes nas últimas 24 horas a partir da tarde de quinta (17). Os números são do consórcio de veículos de imprensa que reúne a Folha de S. Paulo, Uol, O Estado de S.Paulo, O Globo e Extra, com informações das secretarias estaduais de Saúde.

Desde março, houve 249.798 casos e 17.575 mortes.

De acordo com Crivella, a volta do público aconteceria com o respeito ao que ele chama de "regras de ouro".

"Temos duas semanas para que a federação, os administradores do estádio e a vigilância sanitária do Rio de Janeiro se ajustem", disse, completando que maiores de 60 anos e menores de 12 devem ficar em casa.

A reportagem procurou o Flamengo para se posicionar sobre o assunto, mas ainda não obteve resposta.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados