search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Crime contra empresário foi combinado há uma semana

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Crime contra empresário foi combinado há uma semana


Policiais no local onde ocorreu o assassinato do empresário José Geraldo (destaque), em Jardim Limoeiro,  Serra (Foto: Júlia Afonso/Acervo Familiar)
Policiais no local onde ocorreu o assassinato do empresário José Geraldo (destaque), em Jardim Limoeiro, Serra (Foto: Júlia Afonso/Acervo Familiar)

O crime contra o dono de supermercado José Geraldo Rizzo, de 61 anos, foi planejado há uma semana, conforme afirmação das polícias Civil e Militar. O empresário foi morto com três tiros no peito na porta de um banco, em Jardim Limoeiro, na Serra, na manhã de ontem.

José Geraldo estava com um malote de R$ 52 mil para depositar no banco quando foi abordado por um criminoso. Depois de baleado, teve o malote e a arma que estavam com ele roubados. O empresário foi socorrido em estado grave para um hospital particular do município, mas não resistiu.

Segundo imagens das câmeras de videomonitoramento da região, assim que o comerciante parou seu veículo na frente do banco, os criminosos chegaram e pararam o carro em que estavam um pouco à frente da vítima.

O empresário desceu do carro e, antes de entrar no banco, foi abordado pelo criminoso, que já chegou atirando. A vítima ainda sacou sua arma contra o bandido, que, ao perceber a reação, começou a retornar para o veículo.

As imagens mostram que o comerciante, já ferido, caiu com a mão no peito. O bandido, então, voltou, pegou o malote e a arma. Ele fugiu com o carro conduzido por um adolescente. Após a fuga dos bandidos, a vítima foi socorrida por populares para um hospital da região.

Logo em seguida, uma viatura que passava pelo local seguiu os suspeitos e, em menos de 10 minutos, conseguiu apreender um adolescente de 15 anos, que estava sozinho no veículo. Ele chegou a tentar correr. Já o atirador conseguiu fugir e está sendo procurado.

Para o tenente-coronel Leonardo Celante, comandante do 6º Batalhão da Polícia Militar, o crime foi planejado. “Pela dinâmica do crime, esses indivíduos foram já sabendo que o comerciante iria realizar esse depósito”.

O comandante ainda explicou que o adolescente comentou com os policiais que atenderam a ocorrência que eles combinaram o crime há uma semana. “Ele disse que eles se encontraram, fizeram uso de droga juntos e combinaram de realizar esse crime”.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados