search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Corrida por plásticas para mudar orelha e nariz

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Corrida por plásticas para mudar orelha e nariz


É durante as férias escolares que os adolescentes mais procuram por cirurgias plásticas. Neste período, segundo os especialistas, eles têm mais tempo para se recuperar do procedimento. Entre os mais comuns, estão as cirurgias para mudar a aparência da orelha e do nariz.

As cirurgias plásticas em adolescentes correspondem a 13% do total de procedimentos cirúrgicos feitos no País, segundo dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP).

Em 2019, cerca de 190 mil procedimentos foram feitos em adolescentes. No mesmo ano, somente no Estado, 5.130 adolescentes passaram por alguma cirurgia plástica, de acordo com o cirurgião plástico Ariosto Santos, presidente da SBCP no Espírito Santo.

Ariosto destaca que, entre as cirurgias mais frequentes neste público, entre 12 e 18 anos, estão a otoplastia, que corrige a característica conhecida como “orelha de abano”; a ginecomastia, que é a redução das mamas masculinas; e a rinoplastia, cirurgia realizada na estrutura nasal para melhorar a estética ou a respiração.

O cirurgião plástico Ariosto Santos (Foto: Rodrigo Gavini/AT)
O cirurgião plástico Ariosto Santos (Foto: Rodrigo Gavini/AT)

“A cirurgia para correção de orelha de abano geralmente é feita a partir dos 7 e 8 anos de idade. Na cirurgia, é feito um pequeno corte atrás, por onde é retirada a pele e a cartilagem em excesso, e é feita a modelagem da orelha com vários pontos de fixação”, explicou.

Para a cirurgia de nariz, o cirurgião plástico Fabrício Regiani ressalta que é preciso que a face do jovem termine de se desenvolver. “Além dos aspectos técnicos, também devemos estar atentos aos aspectos psicológicos”, ressaltou.

O cirurgião plástico Adriano Batistuta afirma que o aumento da procura dos jovens por cirurgias plásticas vai muito além da estética. Os motivos, muitas vezes, segundo ele, interferem diretamente na saúde física e psicológica.

“Recebo muita procura pela cirurgia que corrige a ginecomastia, que é o aumento da mama em meninos. O problema incomoda e muitas vezes é motivo de bullying entre os jovens. Fazer a cirurgia traz mais benefícios do que contraindicações em casos como esses, pois afeta o desenvolvimento social desse adolescente”, disse.

Estudo diz que é possível ficar até 3 anos mais jovem

A cirurgia plástica no nariz tem efeito rejuvenescedor, e o resultado é ainda melhor em mulheres acima dos 40 anos, de acordo com um estudo publicado no periódico Aesthetic Surgery Journal.

A pesquisa científica apontou que o procedimento, chamado de rinoplastia, faz com que a mulher nesta faixa de idade pareça ser até três anos mais jovem.

O cirurgião plástico Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, explica que o estudo usou um tipo de inteligência artificial conhecida como “aprendizado de máquina” para chegar a essa conclusão.

Os pesquisadores usaram a tecnologia para estudar fotos de antes e depois de 100 mulheres, com idades entre 16 e 72 anos, todas submetidas a rinoplastia.

“Até agora, havia pouca ou nenhuma evidência científica objetiva para o efeito rejuvenescedor da rinoplastia. Mas essa tecnologia permitiu estimar com precisão a idade de maneira objetiva e provou reconhecer padrões e características do envelhecimento além do que o olho humano pode perceber”, afirmou Rubez.

O cirurgião plástico Fabrício Regiani explicou que existem duas técnicas principais para a rinoplastia: a estruturada, quando a estrutura do nariz é modificada, criando o formato desejado; e a preservadora, que modifica apenas uma parte.

“A estruturada é uma técnica que pode ser aplicada na maioria dos casos. Talvez seja a técnica mais utilizada no mundo atualmente. Já a preservadora, como o nome diz, preserva algumas características fundamentais e é aplicada em casos selecionados”, disse.

O cirurgião ressaltou que cada caso deve ser analisado individualmente, e a cirurgia é realizada com base no diagnóstico e modificações propostas.

“Qualquer pessoa que se incomode com o formato do nariz pode fazer a rinoplastia. A técnica utilizada vai depender da modificação necessária”, ressaltou.

Na rinoplastia, são feitas alterações estruturais no osso e cartilagem através de pequenas incisões no nariz e, quando necessário, ao redor da narina, enquanto o paciente está sob anestesia geral.

Saiba mais

Cirurgia de orelha

  • Também conhecida como otoplastia, pode melhorar a forma, a posição ou as proporções das orelhas.
  • A correção da chamada “orelha de abano” usa técnicas cirúrgicas para criar ou aumentar a parte chamada anti-hélice (apenas dentro da borda da orelha) e para reduzir a cartilagem da concha. As incisões para a otoplastia geralmente são feitas atrás da orelha.
  • Geralmente, a cirurgia é feita a partir dos sete e oito anos de idade.

Redução de mama masculina

  • Chamada de ginecomastia, a redução de mama para os homens é a correção cirúrgica das glândulas mamárias demasiadamente desenvolvidas ou grandes. É tecnicamente chamada de mamoplastia redutora, pois reduz o tamanho da mama e melhora o contorno do tórax.
  • Geralmente, a cirurgia em adolescentes é feita a partir dos 15 anos.

Redução do nariz

  • A rinoplastia melhora a aparência e a proporção do nariz, realçando a harmonia facial e melhorando a autoestima.
  • A cirurgia do nariz também pode corrigir dificuldade respiratória causada por anormalidades estruturais no nariz.
  • Em adolescentes, a recomendação é esperar os 17 anos, período em que o desenvolvimento dos ossos da face está completo.

Fonte: Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) e médicos consultados.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados