search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Correios e seu passivo de R$ 14 bilhões já vão tarde
Cláudio Humberto
Cláudio Humberto

Cláudio Humberto


Correios e seu passivo de R$ 14 bilhões já vão tarde

A privatização da estatal Correios é tão necessária quanto urgente e, por essa razão, o ministro Fábio Faria (Comunicações) deflagrou o processo ontem levando o projeto de lei ao Congresso.

Em um primeiro momento, o governo propõe o fim do monopólio, no qual essa estatal se refestelou atribuindo-se penduricalhos, regalias e privilégios que custaram muito dinheiro e produziram um passivo de R$ 14 bilhões.

Primeiro, fim do monopólio
Após o fim do monopólio e com a abertura do mercado a empresas privadas, a privatização, por meio de leilão, será o passo seguinte.

Não há outra saída
Nem mesmo os atuais empregados dos Correios negam que o serviço está longe do seu auge e veem a privatização como “inevitável”.

Sobrou para nós
O pagador de impostos paga 80% dos R$ 2 bilhões e 34 milhões anuais dos benefícios de assistência (planos) de saúde dos funcionários.

Situação insustentável
Nos Correios, só o passivo atuarial (valor necessário para pagar todos os benefícios aos assistidos) soma R$ 3,5 bilhões.

PEC da Impunidade é reação à prisão de deputado
Ao forçar a mão para prender o deputado que criticou grosseiramente seus ministros, o Supremo Tribunal Federal (STF) acabou “empurrando” a Câmara a alterar a Constituição para reafirmar que todos são iguais perante a lei, mas alguns são mais iguais que outros, como deputados e senadores. Votaram contra o deputado Daniel Siqueira (PSL-RJ), até porque não gostam dos seus modos e do jeito rude de relacionar-se na Câmara, mas acham que o STF ofendeu a “inviolabilidade do mandato”.

Só o plenário prende
A PEC veda decisão monocrática do STF para prender parlamentares, tão ao gosto de Alexandre de Moraes. Só o plenário terá esse poder.

Presidente facilitador
Assim como percebeu que a Câmara queria punir o deputado do PSL e não impediu, Arthur Lira não criou obstáculos à PEC da “impunidade”.

STF gritou “lobo!”
A decisão protege, inclusive, parlamentares que tenham cometido crimes graves, como corrupção, lavagem de dinheiro, formação de quadrilha etc.

Diretriz obedecida
O governo Joe Biden abriu uma nova prisão para crianças que entraram ilegalmente nos EUA com suas famílias, mas jornalistas de lá e de cá chamam isso de “instalação temporária para crianças migrantes”. Na época de Trump, eram “jaulas” e até mesmo “campos de concentração”.

Menos um
A eleição de Davi Alcolumbre para presidir a Comissão de Constituição e Justiça do Senado livra o presidente Jair Bolsonaro de mais um mala insistindo para virar ministro.

Tucanando a gravidade
O governador de São Paulo, João Doria, tucanou o toque de recolher. Chamou de “toque de restrições” a medida antecipada nesta coluna. Já o governo de Pernambuco chamou o toque de recolher pelo nome mesmo.

Sobreviver é preciso
O Partido da Causa Operária, de esquerda, vende em sua virtual Loja do PCO, a linha “150 anos Lenin”, de camisetas, canecas, copos, bolsas etc. Empreendedorismo capitalista financiando... o comunismo.

Preço de invasão indevida
A Justiça de Minas Gerais aumentou de R$ 2 mil para R$ 5 mil a indenização que o estado deve a um casal, alvo indevido de operação policial, em 2014. A polícia invadiu a casa errada, xingou e manteve rendido o casal na “batida” que não teve sucesso. Só depois foi apresentado o mandado.

Parceria PT/MDB
A Procuradoria-Geral denunciou o petista Arlindo Chinaglia (PT-SP) e Eduardo Cunha (MDB-RJ) por receberem quase R$ 30 milhões em propina da Odebrecht para reverter o do leilão da hidrelétrica de Jirau.

Bem lembrado
Ex-bolsonarista, o deputado Kim Kataguiri lembrou que o Presidente entregou ao Congresso uma lista das prioridades do governo: “Lá não havia nem PEC da Segunda Instância e nem Fim do Foro Privilegiado”.

Pensando bem...
...no “cabo de guerra” entre STF e a Câmara, quem sai perdendo é o cidadão.

Poder sem pudor

Barbeiro cruel
Seis meses depois de assumir o cargo de ministro do Planejamento do governo FHC, Antônio Kandir percebeu que ganhara muitos cabelos brancos. Impressionado, foi ao barbeiro. Imaginou que após o corte os fios brancos diminuiriam. Ledo engano. No dia seguinte, o então secretário-executivo, seu amigo Martus Tavares, foi logo perguntando: “Como é que seu barbeiro fez para cortar só os fios pretos?”
 

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

últimas dessa coluna


Exclusivo
Cláudio Humberto

CPI pode ser adiada em razão da própria pandemia

“Questão de ordem” no plenário do Senado, a ser apresentada hoje pelo Líder do Governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), poderá abrir caminho para o adiamento da CPI da Pandemia. As …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil supera 30 milhões de vacinas em 85 dias

O Brasil ultrapassou a marca de 30 milhões de doses de covid aplicadas em 85 dias de campanha, um resultado a ser comemorado por superar Alemanha, França e Itália, que juntos têm população equivalent…


Exclusivo
Cláudio Humberto

Planalto pode antecipar substituto de Marco Aurélio

Jair Bolsonaro tem sido aconselhado por amigos ligados ao Judiciário a anunciar sem demora o futuro integrante do Supremo Tribunal Federal (STF), na vaga aberta com a aposentadoria do ministro Marco …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Ingerência no Senado gera críticas internas no STF

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), dois deles já aposentados, criticaram em conversas reservadas a reação irritada de Jair Bolsonaro a Luis Roberto Barroso, mas também viram sentido no …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Lobby bilionário ameaça empregos e impostos

O lobby bilionário que tenta inviabilizar energia solar do Brasil ameaça não apenas meio milhão de pessoas, órgãos públicos e empresas que investiram em geração solar, como também 254 mil empregos …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Lobby bilionário ameaça energia solar no Brasil

O bilionário lobby das distribuidoras de energia (empresas que emitem a conta de luz) tenta acabar com as regras definidas pela Aneel, agência reguladora, destinadas a estimular a utilização da …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil bate recorde vacinando 1,26 milhão em 24 horas

No dia em que holofotes se voltaram para os 4.195 óbitos, que tiveram os registros represados devido ao feriadão de Páscoa e o “feriadaço” paulista, o Brasil bateu recordes da vida na guerra ao …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Após negar leitos ao DF, hospital militar pediu ajuda

O Hospital das Forças Armadas (HFA) é um hospital público, de Brasília, subordinado ao Ministério da Defesa, que atende também pelo SUS. Mas no pico da superlotação de leitos em Brasília, …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Brasil já contratou 58% das doses para 2022

Apesar da torcida fúnebre pelo coronavírus, o Brasil já garantiu doses suficientes de vacinas contra a Covid-19 para toda a população de quase 213 milhões. Já foram contratadas 626 milhões de doses …


Exclusivo
Cláudio Humberto

Salários e penduricalhos nos custam R$ 1 trilhão

O funcionalismo público brasileiro custou R$ 928 bilhões em 2019, o que representa mais de 13,7% de tudo produzido pela economia do País, de acordo com estudo do Instituto Millenium/ODX, e, em 2020, …


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados