X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vitória está há uma semana sem mortes pelo novo coronavírus

| 07/10/2020 08:30 h | Atualizado em 07/10/2020, 09:02

Loja de roupas na Avenida Jerônimo Monteiro, Centro de Vitória.
Loja de roupas na Avenida Jerônimo Monteiro, Centro de Vitória. |  Foto: Beto Morais/AT
Depois de meses de pandemia, a cidade de Vitória atingiu ontem a marca de sete dias sem mortes pelo novo coronavírus (Covid-19).

O último registro na cidade foi no dia 29 de setembro, em que uma moradora de mais de 90 anos de Jardim Camburi morreu em decorrência da doença.

Durante coletiva de imprensa na última segunda-feira, o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, já havia citado que Vitória poderia ser o primeiro município entre os quatro maiores, a zerar a média de sete dias.

Na tarde de ontem, por meio de sua rede social, ele comemorou. “A capital do Estado do Espírito Santo, Vitória, alcançou sete dias sem óbitos registrados. Um dia a ser celebrado. Vamos vencendo”, escreveu o secretário.

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, também destacou a redução considerável no número de mortes na capital, mas enfatizou que precisa ser acompanhada de medidas de prevenção para que não se tenha uma segunda onda da doença.

“Precisamos manter o uso de máscaras, continuar com a lavagem de mãos e uso de álcool, além de evitar aglomerações. Isso ainda é fundamental para que a gente possa manter os números de casos e de mortes baixos”.

O prefeito acrescentou que o registro de casos de Covid-19 pode subir nos próximos dias, por causa do aumento da testagem na cidade. Só com o inquérito escolar, serão feitos cerca de 600 testes.

Entre as medidas tomadas pela prefeitura para o combate ao vírus, ele pontuou que foram mais de 13 mil atendimentos da telemedicina, além de mais de 45 mil testes.

Além disso, destacou o investimento em leitos de campanha e no centro de quarentena, que já foram desativados com a redução dos números de casos.

“Trabalhamos muito neste período. Então, não podemos deixar de ser vigilantes para que esse número de casos possa continuar a ser reduzido. Não vamos ter a situação de antes da pandemia enquanto não tiver vacinação”.

Iconha

Um outro destaque no Estado é o município de Iconha, que segue sem registrar nenhuma morte pela doença.

O secretário de Saúde da cidade, Fabriciano Muniz Mongin, afirmou que um amplo trabalho de conscientização e divulgação foi feito na cidade, além de reforço no monitoramento dos casos.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS