Login

Atualize seus dados

1ª, 2ª e 3ª dose

Vitória abre 6.400 vagas para vacinar contra covid

São vagas para aplicação da primeira, segunda e terceira dose

21/10/2021 19:52:14 min. de leitura

Imagem ilustrativa da imagem Vitória abre 6.400 vagas para vacinar contra covid
Vacina Foto: Myke Sena / Ministério da Saúde
 

A Secretaria Municipal de Saúde de Vitória abre agendamentos, na manhã desta sexta-feira (22), para vacinar contra a covid-19. No total, serão disponibilizadas 6.400 vagas para aplicação da primeira, segunda e terceira dose. 

A marcação deve ser feita pelo site da prefeitura ou pelo aplicativo Vitória Online, para quem tem essa ferramenta instalada no celular. O agendamento será aberto a partir das 10 horas.

Clique aqui para acessar o site da Prefeitura de Vitória e agendar a vacina

Confira os grupos que podem agendar a vacina

Primeira dose

Serão disponibilizadas 150 vagas para aplicação da primeira dose em pessoas acima de 18 anos. A vacinação ocorre de segunda (25) a quarta-feira (27) na unidade de Saúde do Centro de Vitória.

Os adolescentes de 12 a 17 anos, que ainda não receberam a primeira dose, vão ter 200 vagas disponíveis. A vacinação será na segunda-feira (25), na Igreja Batista em Jardim da Penha.

Segunda dose

Pessoas que receberam a primeira dose da Pfizer até o dia 04 de setembro podem marcar a segunda dose. Serão 1.200 vagas para esse público. A vacinação acontece segunda (25) e terça-feira (26) na Unidade de Saúde da Praia do Suá e terça-feira (26) no Ginásio da UniSales.

Mais 450 doses da vacina Coronavac serão disponibilizadas para completar o esquema vacinal das pessoas que receberam a primeira dose há 28 dias ou mais. A vacinação acontece de segunda (25) a quarta-feira (27) na unidade de Saúde do Centro de Vitória.

Terceira dose

Pessoas com 60 anos ou mais, que receberam a última dose até o dia 26 de junho, independente do imunizante aplicado, podem marcar a terceira dose. Serão abertas 3.600 vagas para esse público. A vacinação ocorre na segunda-feira (25) no Maanaim Vitória, Igreja Batista em Jardim da Penha e Unidade de Saúde de Jardim Camburi, e na terça-feira (26) no Maanaim Vitória e Unidade de Saúde de Jardim Camburi.

Pacientes imunossuprimidos (veja a lista abaixo), que receberam a segunda dose ou dose única, há 28 dias ou mais, independente do imunizante aplicado. Para esse público são 300 vagas. A vacinação será na segunda (25) e na terça-feira (26), no Maanaim Vitória..

Trabalhadores da saúde, que receberam a segunda dose ou dose única da vacina contra a covid-19, até 31 de maio, independente do imunizante aplicado, também podem agendar a dose de reforço. Serão 550 vagas para esse público. A vacinação será na segunda (25) e na terça-feira (26), no Maanaim Vitória.

Imunossuprimidos

De acordo com a resolução CIB 169/2021 da Secretaria de Saúde do Estado, receberão a dose de reforço os indivíduos com alto grau de imunossupressão:

I - Imunodeficiência primária grave;

II - Quimioterapia para câncer;

III - Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas

(TCTH) em uso de drogas imunossupressoras;

IV - Pessoas vivendo com HIV/Aids;

V - Uso de corticoides em doses ≥20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por ≥14 dias;

VI - Uso de drogas modificadoras da resposta imune (Metotrexato, Leflunomida, Micofenolato de mofetila, Azatiprina, Ciclofosfamida, Ciclosporina, Tacrolimus, Mercaptopurina, Biológicos em geral (infliximabe, etanercept, humira, adalimumabe, tocilizumabe, Canakinumabe, golimumabe, certolizumabe, abatacepte, Secukinumabe, ustekinumabe), Inibidores da JAK (Tofacitinibe, baracitinibe e Upadacitinibe);

VII - Pacientes em hemodiálise;

VIII- Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

(reumatológicas, auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias).

Laudo

Como comprovação para receber a vacina é necessária a apresentação  do documento de identificação com foto, acompanhado de:  laudo médico indicando a comorbidade; declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz tratamento indicando a comorbidade. O documento comprobatório deve ter sido emitido a partir de 2018, ou seja, dos últimos três anos, para condições permanentes e ter, no máximo, 90 dias para condições adquiridas e transitórias. Os serviços de vacinação deverão reter a cópia.