X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vice assume as agendas públicas durante isolamento de Casagrande

| 28/05/2020 17:54 h | Atualizado em 28/05/2020, 18:10

A vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, de 44 anos
A vice-governadora do Estado, Jaqueline Moraes, de 44 anos |  Foto: Leandro Braga

A vice-governadora Jaqueline Moraes assumiu as agendas públicas do governo enquanto o governador Renato Casagrande se recupera da covid-19. Entre os compromissos estão reuniões com a sala de situação, grupo criado para discutir medidas de enfrentamento ao novo coronavírus, assinaturas de ordens de serviço e entrega de equipamentos. 

Após receber o resultado positivo para covid-19, na segunda-feira (25), Casagrande havia informado que manteria os compromissos de forma virtual. 

No entanto, a vice-governadora informou na tarde desta quinta-feira (28), que, por orientação médica, Casagrande segue a frente nas discussões junto ao núcleo interno de governo, enquanto que ela assume as agendas externas. A decisão foi tomada em conversa na quarta (27).

"Às vezes, por mais que seja videoconferência, demora mais de uma hora. É muito tempo exposto e ele precisa de repouso", ressaltou Moraes.

A vice-governadora destacou que ela e Casagrande sempre dividiram espaço nas agendas, com ela realizando ordens de serviços, reuniões e outras atividades mesmo que o governador não esteja em missão fora do Estado. 

"Desde o primeiro dia da covid-19, estou ao lado dele na sala da situação. Participei com ele de reunião com o presidente da República. Não muda muito a nossa metodologia que estamos fazendo", comentou ela.

Segundo Moraes, o diálogo com o governador é diário por telefone. "Ele continua na residência oficial. Ele está atendendo orientação médica. Está estável, bem tranquilo. Lógico que emocionalmente a gente fica abalado com a esposa nessa situação, mas ele é um líder e está preparado para passar por essa junto com a gente", afirmou.

A vice-governadora ressaltou que não esteve de forma presencial com Casagrande nos últimos 15 dias, apenas participaram de solenidades e pronunciamentos de forma virtual, e, por esse motivo, não precisou passar por exames para saber se também foi infectada pelo vírus. 

Lockdown

Sobre a possibilidade de um bloqueio total, o chamado lockdown, Jaqueline Moraes garante que isso não é o que o governo deseja, mas a matriz de risco precisa ser seguida.

O plano prevê uma medida mais enérgica caso a ocupação dos leitos supere 90%. Na Grande Vitória, esse índice está em 86%. 

"Se a coloração ficar roxa, quais as ações que vamos tomar? Isso que estamos discutindo na sala de situação com a equipe de governo, federações e indústrias", disse ela. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS