X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vacinação com apenas meia dose deixa 88% protegidos

| 09/08/2021 13:17 h

Projeto Viana Vacinada
Projeto Viana Vacinada |  Foto: Divulgação/Prefeitura Municipal de Viana

O estudo realizado em Viana com coordenação científica do Hospital Universitário Cassiano Antônio Moraes (Hucam-Ufes), mostrou que 88,3% dos voluntários desenvolveram anticorpos neutralizantes conta a covid-19 com apenas a primeira meia da dose da vacina AstraZeneca/Fiocruz.

O Projeto Viana Vacinada tem o objetivo de investigar e avaliar capacidade da meia dose da vacina Astrazeneca, pareceria da Oxford com a Fiocruz, na população do município de 18 a 49 anos.

Segundo a professora e pesquisadora Valéria Valim, coordenadora do estudo, os resultados preliminares são promissores. Ela explica que os anticorpos neutralizantes são uma das formas de defesa do organismo contra o vírus

“Demonstramos com esses dados que a primeira meia dose foi capaz de aumentar anticorpos em 88,3% dos participantes que não tiveram contato com o vírus”, aponta.

Com a segunda meia dose a probabilidade é de que o aumento da quantidade de anticorpos chegue a 100%, é o que espera a pesquisadora.

“Além disso, identificamos uma redução de 85% nas notificações em comparação ao mês de abril de 2021. Outro dado relevante é que nenhum óbito foi registrado após os 14 dias da cobertura vacinal da primeira meia dose”, completa a coordenadora.

Mas a pesquisadora alerta que o resultado não libera as pessoas de seguirem adotando as medidas de proteção como o uso de máscara e o distanciamento.

A meia dose inicial foi aplicada no dia 13 de junho em 19.584 participantes. No domingo (8), foi o Dia D para aplicar a segunda meia dose.

De acordo com a Prefeitura de Viana, 10.464 pessoas compareceram para receber o complemento. Na terça-feira (10), vai ser dada continuidade à vacinação dos que não puderam tomar a segunda meia dose no domingo.

Para as próximas fases do estudo estão previstas novas coletas nos dias 11 e 12 de setembro, para avaliar a produção de anticorpos protetores e a produção de células de memória para defesa.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS